24 delegados são escolhidos para discutir Direitos Humanos em Goiânia

12/08/2013

Ontem, sexta-feira, 9, entre 9 e 14 horas, no recinto da Câmara de Iporá, foi realizada a Conferência Regional dos Direitos Humanos. Esse foi o terceiro evento que aconteceu neste ano, no Estado, para interiorizar a discussão sobre o assunto. O Conselho Estadual de Direitos Humanos está levando a discussão para todas as regiões do Estado a fim de que sejam ouvidos os segmentos da sociedade para a formatação de um Plano Estadual de Direitos Humanos e, em seguida, de um Plano Nacional de Direitos Humanos.


O convite para participação foi extensivo para todos municípios da região. Nem todos mandaram representantes. Os que se interessam pelo assunto “Direitos Humanos” compareceram e opinaram um torno de diversos temas, ratificando alguns pré-apresentados ou acrescentando outras preocupações a serem inseridas no Plano.


Estiveram em Iporá, na organização da Conferência, Edilson de Brito (Superintendente de Políticas de Segurança da Secretaria de Segurança Pública), Símaro Jordão (conselheiro estadual de Direitos Humanos e representante neste da Grande Loja Maçônica do Estado de Goiás), Paranayba Santana (representante do Tribunal de Justiça no Conselho Estadual de Direitos Humanos) e Fabrício Bonfim (atual Superintendente de Direitos Humanos em Goiás). Fabrício Bonfim é filho da região e que hoje reside em Goiânia e está muito engajado nesta luta em defesa dos Direitos Humanos. Esteve na Conferência Henrique Paixão (diretor da AGEL), o vice-prefeito Adeilton Ferreira, secretários municipais e líderes de algumas entidades de Iporá e da região. Lá estavam alunos do Câmpus de Iporá do IF Goiano e professores da UEG. A Prefeitura de Iporá apoiou o evento oferecendo o café da manhã para os participantes.


Com a equipe vinda da capital, constava uma assessoria que coordenou os trabalhos da Conferência, consistindo a programação de exposição de regulamento do evento, discussão em grupos com eixos temáticos, plenária para apresentação das propostas e, por fim, a escolha dos delegados que vão continuar com essa discussão sobre Direitos Humanos. A nível estadual, em Goiânia, em Conferência a se realizar nos dias 6 e 7 de dezembro.


Os delegados


Dentre os presentes na Plenária da Conferência, foram escolhidos 24 delegados. Esses deverão estar no evento da capital para defender as suas ideias. São 12 representantes do setor público e 12 da sociedade civil.


Do setor público:
- Duílio Alves Siqueira (vereador)
- Gisele Bernardes Freitas Mundim (funcionária pública)
- Walter José de Queiroz (funcionário público)
- Lisle Silva 
- Paulo Alves de Oliveira (vereador)
- Alteir Ribeiro (policial)
- Adeilton José Ferreira (vice-prefeito)
- Flávio Santiago Silva
- Ademilton Pires (funcionário público)
- Claudio Nunes de Araújo (secretário administrativo)
- Wenio Lima de Jesus (vereador)


Da sociedade civil
- Natália Rabelo Ferreira (estudante)
- João Felipe Borges Teles (estudante)
- Maria Alvínia Cunha P. da ?Silva (estudante)
- Nadia Cristina Ferreira (estudante)
- Adenir Donizete de Oliveira (Sindicato dos Trabalhadores Rurais de São Luís de Montes Belos)
- Edsom Messias de ?Souza (Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Iporá)
- Orcídio Carlos de Oliveira (Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Fazenda Nova)
- Wanderley Dias Barrosa (Conselho de Segurança de Israelândia)
- Sandoval Ribeiro de Souza (Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Caiapônia)
- Adélia Moura Rodrigues (Conselho Municipal de Assistência ?Social de Iporá)
- Valdeci Januário Marques (Loja Maçônica Paz e Trabalho)
- Samuel de Jesus Duarte (professor)
- Bruno Ribeiro (advogado/OAB)


 

O que achou dessa Notícia?
0 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano.

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano ou Facebook para comentar.

    Botão do Facebook
    Faça aqui o seu cadastro!