Imbróglio com prefeito, disposição de Wolney e indefinições

29/12/2015

Em Moiporá já se fala muito sobre as eleições municipais do ano que vem. E ao falar de eleições, quando se tem um prefeito em primeiro mandato, a primeira lembrança é sobre o nome deste como alternativa para a continuidade do trabalho administrativo. Nilson Rodrigues da Silva (PSDB), o prefeito, tem um imbróglio em torno do seu nome, mas quanto a isto, seu grupo político não vê dificuldade.


A Câmara de Moiporá reprovou o balanço geral do prefeito do ano de 2013. Isso traria inegibilidade para ele. Ocorre que, segundo os aliados do prefeito, isso se deu quando ainda havia prazo de recurso de revisão, expediente previsto na Lei Orgânica do TCM. O assunto ainda está tramitando.


Estando desimpedido, cabe ao prefeito a motivação para candidatura. Numa conversa com a reportagem ele mostra-se desanimado, afirmando que está muito difícil de ser prefeito, já que os recursos estão escassos. Ele afirma que no momento não tem essa motivação de buscar reeleição. Prevê que só terá essa disposição de candidatura se conseguir para Moiporá alguns recursos das áreas federal e estadual que lhe foram prometidos. “Se isso ocorrer, posso até pensar em candidatura a reeleição”, afirma Nilson.


O vice-prefeito de Moiporá, José Pereira da Costa (Zeca), do PR, veterano da política local e ex-prefeito é também nome listado como pré-candidato. Tem muito peso na política local. Não parece muito em sintonia com o prefeito Nilson. Disse para a reportagem do Oeste Goiano que está mantendo conversas com Wolnei Moreira da Silva (PSB) para que haja um consenso entre os dois para a eleição do ano que vem. Pretendem andar juntos. Wolney disputou as duas últimas eleições de prefeito. Na última, a derrota foi por apenas um voto. Seus partidários acreditam que é um forte pré-candidato. Em conversa com esta reportagem, Wolney disse que as articulações com outras forças políticas estão transcorrendo bem.


Ediflávio, aliado de Wolney e que com ele, na condição de vice, disputou a última eleição tem nome na boca do povo como pré-candidato a prefeito. À esta reportagem disse que está desenvolvendo um trabalho político em prol do município de Moiporá. Afirma que faz parte de um grupo forte e bastante consciente de deveres como cidadãos. Afirma que não tomará uma decisão desta sozinho, pois sempre seguiu os conselhos dos seus companheiros e continuará buscando fortalecer o grupo.


Edimar Alves Ferreira, vereador no quarto mandato e que já foi vice-prefeito tem seu nome na lista de prefeituriáveis. Ao OG disse que prefere que o prefeito Nilson dispute (e acredita que disputará) e afirma que só seria candidato se o grupo não tiver um nome. Outras alternativas lembradas pelo povo são de Raquel (ex-vereadora e filha do vice-prefeito Zeca) e José Wilson (ex-prefeito).

O que achou dessa Notícia?
2 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano.

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano ou Facebook para comentar.

    Botão do Facebook
    Faça aqui o seu cadastro!