Prefeito usa indevidamente veículo público. Justiça age...

21/05/2019

Em ação proposta pelo Ministério Público de Goiás, a juíza Bianca Gonçalves deferiu pedido liminar que obriga o prefeito de Cachoeira de Goiás, Geraldo Antônio Neto, a entregar ao Núcleo do Controle de Vetores do município a caminhonete Mitsubishi L 200, doada ao Executivo, e utilizada indevidamente por ele.


Geraldo Antônio tem dez dias para a providência, que deverá ser feita mediante assinatura de termo de responsabilidade ao coordenador do Núcleo, Gilberto Dias Rosa, a quem caberá fiscalizar o uso adequado do veículo, ligado aos fins da doação, bem como proibir o prefeito de utilizar, por si próprio ou por terceiros, para outros fins públicos ou pessoais, que não aqueles exclusivamente indicados no termo de doação.


Conforme esclarece o promotor de Justiça Murilo Frazão, autor da ação, o MP recebeu diversas representações informando que o prefeito estaria usando o veículo público para fins particulares e outros fora do determinado pelo Ministério da Saúde em termo de doação do automóvel. A ação foi proposta após recomendação do MP ao prefeito, que não foi acatada, tendo ele continuado a fazer uso para fins públicos diversos e particulares do automóvel.(Cristiani Honório / Assessoria de Comunicação Social do MP-GO)

O que achou dessa Notícia?
0 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano.

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano ou Facebook para comentar.

    Botão do Facebook
    Faça aqui o seu cadastro!