Banda da PM restringe suas apresentações por falta de músicos

17/09/2019
banda-da-policia-militar17092019.jpg

Exemplo de apresentação na região. Na foto, em Jaupaci, em praça pública

Esta fase em que a Polícia Militar do Estado de Goiás está com um quadro de profissionais efetivos diminutos, está afetando não somente o policiamento ostensivo em ruas, mas também outras atividades. Um dos segmentos afetados é Banda de Polícia Militar, área dentro da corporação que também é importante.


Com o processo gradual de aposentadorias de militares e a não realização de concursos na mesma proporção da necessidade de reposição de profissionais, a Banda da Polícia Militar do 12º BPM foi afetada, ao ponto de já não ter músicos suficientes para uma apresentação em grande estilo.


A reportagem do Oeste Goiano falou com o Comandante do 12º BPM, Coronel Ariel Anselmo de Oliveira. Ele anuncia que realmente a Banda já não tem as mesmas condições de até então e vai deixar de se apresentar em eventos menores. Falta músicos, já que alguns deles se aposentaram e não teve como fazer a reposição dos membros da Banda.


No entanto, o comandante afirma que isto não vai significar o fim da Banda e sim um novo planejamento para as apresentações solicitadas. Deixará de atender muitos pedidos de eventos pequenos aos quais, antes, comparecia, para estar presente só em ocasiões especiais, o que será feito com a presença incorporada de músicos que virão, nestas datas, da Banda da Polícia Militar da Cidade de Goiás.


Essa é a solução para não haver a dissolução de um grupo que, por décadas, marcou presença em eventos de Iporá e região. A Banda dispõe normalmente de todos os instrumentos. O que falta é músicos, os quais se conseguiria dentre novos profissionais de segurança com esta vocação para este tipo de arte.

O que achou dessa Notícia?
15 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano.