Socorro à Cultura é aprovado com apoio do senador Vanderlan

05/06/2020
vanderlan-cardoso-e-apoio-a-cultura05062020.jpg

Vanderlan: Lei Aldir Blanc destina R$3 bilhões ao setor cultural de Estados e Municípios durante a pandemia do coronavírus

O senador Vanderlan Cardoso (PSD/GO), que é nascido em Iporá e que defende esta região no Congresso Nacional, comemorou a aprovação da Lei de Emergência Cultural, PL1075/2020, que ganhou o nome do cantor e compositor Aldir Blanc e prevê a destinação de R$ 3 bilhões para estados e municípios investir nos trabalhadores da cultura ao longo da pandemia. Os profissionais do setor artístico e cultural, fortemente impactado com a pandemia da Covid-19, terão um alento para enfrentar esse período de afastamento social, quando são impedidos de trabalharem.


Apaixonado e grande incentivador da cultura brasileira, o senador Vanderlan Cardoso (PSD-GO), disse que o projeto socorrerá um segmento bastante prejudicado pela pandemia. “Por causa da pandemia, esses pais e mães de família, trabalhadores do setor cultural, estão em casa, e o pior, sem nenhuma perspectiva de voltar ao trabalho. Esse setor foi o primeiro a parar e será o último a voltar, devido a proibição de aglomerações, e isso é motivo de preocupação para todos nós. Por isso estou muito feliz com a aprovação desse projeto”, comemorou.


O senador lembrou, ainda, que a Cultura é uma grande geradora de emprego e renda. “O setor da economia criativa gera R$ 170 bilhões para o país, sendo responsável por 2% do PIB e 6% da força de trabalho nacional. É um imenso gerador de emprego e renda, por isso, nada mais justo do que oferecer um socorro nesse momento de dificuldade”, disse.


Vanderlan informou que participou, recentemente, de uma reunião virtual organizada pelo setor cultural de Goiás quando ouviu atentamente as reinvindicações da categoria, que destacou a importância da aprovação do PL1075/2020. Ele lembrou, ainda, que o movimento cultural goiano é muito forte e vai desde a música lírica, rock alternativo, sertanejo, teatro, cinema, dança, até as inúmeras tradições religiosas como a Procissão do Fogaréu na Cidade de Goiás, a Romaria de Trindade e as Cavalhadas de Pirenópolis.


“Não tenho dúvida que este projeto atende as necessidades dos profissionais que fazem a arte e a cultura do nosso país, em especial do meu estado de Goiás. Os recursos que serão destinados a estados e municípios darão um importante auxílio ao setor”, salientou.


 Uso obrigatório de máscaras: Senado também aprovou, nesta quinta-feira (4), o substitutivo ao Projeto de Lei 1.562/2020, que torna obrigatório o uso de máscaras protetoras em locais públicos e privados enquanto durar a pandemia da covid-19. A matéria vai à Câmara do Deputados.

O que achou dessa Notícia?
2 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano.