Bancos de Iporá querem funcionar em novo horário

14/11/2018
mudar-horarios-de-funcionamento-de-bancos14112018.jpg

Sessão na Câmara contou gerentes de bancos, policiais e representantes do comércio

Os Gerentes das agências bancárias de Iporá, estiveram na semana passada na Câmara de Vereadores, para apresentarem o que segundo os gerentes “é um pedido feito por diversos clientes especialmente, os produtores rurais”. O pedido é para que a Câmara legisle sobre um novo horário de atendimento bancário. Em sua fala, o Gerente do Bradesco, Gledson Brito, salientou que a mudança facilitaria a conciliação de horários entre atividades bancárias e trabalhos nas fazendas, permitindo que os agropecuaristas resolvessem logo as questões de banco e voltassem mais cedo para suas propriedades. O Gerente do Itaú, Marco Antônio Menezes, lembrou também sobre a questão da segurança, já que os gerentes normalmente ficam até mais tarde nas agências concluindo as transações. A ideia é compartilhada e apoiada pelos gerentes do Banco do Brasil, Caixa, Sicredi e Sicoob (as cooperativas já trabalham com horário diferenciado).


A sugestão alteraria o funcionamento bancário de 11h às 16h para 10h às 15h. Presente em sessão da Câmara, o empresário José Luiz (Auto Peças Caiapó) sugeriu uma conversa com a CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) que representa o setor, mas, emitiu opinião contrária temendo pelo acúmulo de dinheiro nas empresas após às 15h. O Tenente Coronel Ariel do 12º Batalhão da Polícia Militar reforçou que qualquer que seja a decisão, a Polícia Militar continuará com seu trabalho preventivo e ostensivo, adaptando-se à mudança.


O Prefeito Naçoitan Leite disse concordar se a Câmara aprovar. Os vereadores ponderaram a necessidade de discussão do assunto e um estudo da lei orgânica do município para atestar se cabe à Câmara legislar sobre o tema. O Presidente Suélio Gomes consultou a assessoria jurídica da casa que trouxe uma diretriz do Banco Central que define que as agências bancárias devem funcionar no mínimo 05 horas por dia e que é obrigatório o funcionamento de 12h às 15h.


O assunto deverá ser tratado por meio de audiência pública com participação da comunidade.

O que achou dessa Notícia?
18 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano.