Depois de Prefeitura, CDL também vai entrar na Justiça por reabertura do comércio

25/06/2020
na-justica-para-abrir-comercio25062020.jpg

Cleiber Paulo Miguel, vice-presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Iporá, que está respondendo pelo cargo nestes dias em que o presidente Francisco de Assis Souza está em tratamento de saúde, informou à reportagem do Oeste Goiano nesta quarta-feira, 24, que a entidade também vai entrar na Justiça reclamando pela reabertura do comércio de Iporá, fechado em seu segmento considerado não essencial, conforme Decreto do Governo de Goiás.


A atitude da CDL ocorre depois da tentativa frustrada da Prefeitura que teve pedido neste sentido negado recentemente na Justiça, tanto na Comarca quanto em um Agravo de Instrumento, também negado na segunda instância (Tribunal de Justiça).


Segundo o vice-presidente da CDL, Cleiber Paulo Miguel, a entidade está juntando documentos, inclusive, a Nota Técnica, que o que mais é exigido pela Justiça, como forma de justificar que a cidade pode proceder a reabertura dos estabelecimentos fechados sem causar colapso na saúde pública, demonstrando estrutura de atendimento em condições para atender pacientes.


Empresários da cidade que tiveram seus estabelecimentos fechados estão descontentes com a situação. Na terça-feira passada, 23, teve carreata de protesto pelas ruas da cidade e com desfecho diante dos três poderes: Executivo, Legislativo e Judiciário. Enquanto isso, a Ação da Prefeitura ainda aguarda para ser julgada em segunda instância. De forma isolada, por tanto ouvir que é preciso de Nota Técnica para reabrir estabelecimentos fechados, a Prefeitura empenhou mais na elaboração deste documento, que foi encaminhado ao Juiz Wander Soares da Fonseca. Quanto a esse documento o Juiz reagiu afirmando que o assunto agora precisa ser decidido no âmbito do Tribunal de Justiça.


Segue o documento do Judiciário de Iporá:


O que achou dessa Notícia?
16 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano.