Empresa poderá fechar portas por falta de apoio de autoridades

27/11/2019
hoho27112019.jpg

A empresária Telma Paes Balduíno, do Grand Hotel, está anunciando que possivelmente terá que fechar as portas do seu estabelecimento, um dos mais conceituados do interior goiano, e que tão bem acolhe os visitantes de Iporá.


A razão para isso é que ficou inviável de levar avante o negócio porque naquela área urbana da cidade (Avenida Pará, esquina com Rua João Teodoro) não tem como fazer a ligação de esgoto sanitário, por culpa do poder público que não criou condições para isso. Embora a rede de esgoto, passe na porta não se pode ligar o esgoto sanitário do hotel, uma vez que falta o investimento da Saneago em uma obra de elevatória naquele setor. De tal forma que não se pode mais, a rede de esgoto naquele lado da cidade, receber ligações.


E como o hotel já tem oito fossas que foram feitas pela empresária, número insuficiente para atender a clientela, e por faltar espaço para se fazer mais fossas, fica impossível o funcionamento do Grand Hotel, um estabelecimento que tem um grande fluxo de clientes.


Segundo Telma Balduíno, ela chegou ao ponto de desistir do estabelecimento, sem condições de funcionamento se não houver ligação dos detritos do hotel na rede de esgoto. A Saneago, empresa que cuida do saneamento básico, teria que dar condições para isso, mas não faz o investimento na obra da elevatória do setor. “Sem isso, provavelmente, teremos que fechar portas”.


Ela conta que, desde muito tempo vem clamando a todos por apoio e não encontra resposta positiva, nem na Saneago, nem na Elmo que é empreiteira que faz obra de saneamento na cidade e na classe política local, tendo já falando com todo, no poder Executivo e Legislativo. Segundo afirma, percebe que Iporá está sem uma voz política de apoio. Telma enfatiza que todos viraram as costas para ela e que, sem apoio, terá que desistir do empreendimento que já perdura por 15 anos.


Nesta quarta-feira, 27, a empresária soltou nota de esclarecimento para a população de Iporá, relatando o fato e já prevendo o que poderá acontecer, com fechamento de uma empresa que gera mais de 30 empregos na cidade, o que acarreta problemas sociais em muitas famílias.


“Só resta lamentar”, conclui.

  • Não é possível fazer ligação de esgoto sanitário
  • Não é possível fazer ligação de esgoto sanitário
  • Não é possível fazer ligação de esgoto sanitário
  • Não é possível fazer ligação de esgoto sanitário
  • Não é possível fazer ligação de esgoto sanitário
  • Não é possível fazer ligação de esgoto sanitário
  • Não é possível fazer ligação de esgoto sanitário
  • Não é possível fazer ligação de esgoto sanitário
O que achou dessa Notícia?
43 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano.