Enel explica: transformador falhou no meio da madrugada, mas foi foi trocado por outro mais potente e fornecimento restabelecido por volta de 11 horas

08/10/2020
enel-responde-sobre-reclamacao08102020.jpg

A Enel Distribuição Goiás procurou a reportagem do Oeste Goiano para explicar o que houve nesta madrugada de quarta-feira, 7, uma falta de energia elétrica e que perdurou pela manhã seguinte e trouxe muitos descontentamentos de moradores e empresários. 


Segundo a empresa, houve uma falha em um transformador da rede que abastece Iporá provocou a interrupção do fornecimento de energia para alguns clientes do município. A distribuidora esclarece que equipes trabalharam para restabelecer o serviço, que foi normalizado por volta das 11h. Além disso, a companhia substituiu o equipamento danificado por outro de maior potência, a fim de evitar novas falhas e sobrecargas.


A Enel Distribuição Goiás informa que, com as altas temperaturas registradas em Goiás, a população está consumindo mais energia devido ao uso contínuo de aparelhos elétricos (ar-condicionado, ventilador, freezer, etc.), gerando sobrecarga na rede elétrica. Houve um aumento de cerca de 8% na demanda de energia em setembro, na comparação com julho deste ano. Com isso, pode haver instabilidade nos níveis de tensão. A rede, submetida a altas temperaturas e operando com demanda máxima, também fica mais suscetível a defeitos e falhas.


Para prevenir contra problemas no fornecimento e garantir resposta rápida às ocorrências, a Enel Distribuição Goiás está promovendo inspeções de rede em locais mais críticos e realizando, em média, 550 comandos remotos por dia de transferência de carga de regiões com menor demanda para regiões com maior demanda, buscando maior estabilidade na rede. Cada vez que essa transferência é feita há um pico de segundos no fornecimento, o que não significa que há um problema, mas que está sendo feita uma operação para atender à demanda do momento. Esses comandos remotos são possíveis graças à implantação de mais de 5 mil equipamentos telecontrolados, que permitem gerenciar a rede, isolar e corrigir defeitos direto do Centro de Operações, em Goiânia.


A distribuidora orienta que a população fique atenta ao consumo de energia, buscando economizar sempre que possível.

O que achou dessa Notícia?
3 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano.