Está avançada obra de nova sede da Coomafir

03/09/2020
sede-da-coomafir03092020.jpg

Dentro da previsão feita antes, de fato, ainda neste ano de 2020, a Cooperativa Mista de Agricultura Familiar da Região de Iporá (Coomafir) deve mudar para sua sede própria, localizada no Setor Santo Antônio, margens da GO-060, saída para Piranhas.


A construção da sede está entrando em fase final, no acabamento da obra. Ao mudar para sua sede própria, depois de alguns anos com sedes alugadas, a Coomafir entra em novo tempo, consolidando seu sucesso como cooperativa que cumpre um papel importante na vida produtiva de muitos do meio rural.


Estão sendo investidos cerca de 400 mil reais na construção da sede, recursos da própria cooperativa. Atualmente, são mais de 300 cooperados. Mas um número de cerca de 600 produtores rurais já se servem dos serviços da Coomafir. A principal atividade é a comercialização de leite que faz em nome de todos seus cooperados, incluindo, serviço de transporte desse produto.


Valdivino Dias de Oliveira, o Careca, é o presidente desta cooperativa que tanto cresceu nos últimos anos. E que tem planos para avançar ainda mais. Valdeci Lima, que é diretor secretário executivo, explica que a mudança da sede da Coomafir para um prédio grande e com possibilidade de mais ampliação, marcará um tempo novo, com a previsão para em breve fazer funcionar no local uma agro-indústria, que será a pasteurização de leite, para venda no varejo. A agroindústria virá como compromisso com a Prefeitura de Iporá, parceira no empreendimento. Esta etapa de 2021 exigirá da Coomafir um investimento de mais 300 mil reais.


Ele explica que estão seguindo um projeto elaborado pelo Sebrae, a fim de chegar ao funcionamento desta agro-indústria, com atuação também da Agrodefesa, órgão estadual que acompanha as ações da Coomafir no Setor Santo Antônio, de forma que o local tenha essa agro-indústria. Além da sede administrativa, o novo local tem espaço para galpão com finalidade de agro-indústria. Essas ações para transformação do leite em produto a ser vendido no varejo ficarão para 2021, restando para esse ano apenas a mudança da Coomafir para sua nova sede.


Ao lado da obra feita, tem a edificação que ficou conhecida como Entreposto do Mel e que é prédio construído desde alguns anos e que passou a fazer parte do patrimônio da Coomafir. Os dirigentes desta cooperativa não descartam a possibilidade de abrigar também as ações em favor dos apicultores. Segundo esses dirigentes, a Coomafir sempre primou em ser de atuação diversificada. Já atuou muito no encaminhamento de produção da Agricultura Familiar para venda para a merenda escolar, bem como na comercialização de produtos da região para a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).


Atualmente, a Coomafir está comercializando 25 mil litros de leite/dia, defendendo o cooperado na comercialização do produto, já que uma venda em quantidade maior, tem mais condições de vantagens de preços para o produtor.


Uma perda lamentável para a cooperativa foi a do senhor Albertino Martins de Oliveira, o Tininho, que faleceu no dia 27 de julho passado. Ele era o Diretor Financeiro e foi um dos fundadores desta importante cooperativa. O momento é de escolha do seu sucessor nesta função de lida com a parte financeira da cooperativa.



Prédio que foi usado como entreposto do mel (a esquerda na foto) também passa a fazer parte de área da Coomafir. Nos fundos, há espaço paga galpão industrial

O que achou dessa Notícia?
7 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano.