Previsto 21 milhões em obras de pontes. Algumas delas no Oeste Goiano

02/04/2021
ronaldo-caiado-e-luiz-carlos-do-carmo01042021.jpg

Caiado e Luiz do Carmo: Governador e senador numa articulação por verba da Codevasp para Goiás

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado, já prepara um grande investimento em pontes em trechos rodoviários. Neste início de semana, a Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra) oficializou um termo de cooperação técnica que prevê a liberação de R$ 21,8 milhões para a construção de 54 pontes no Estado. A expectativa é de a implantação das estruturas comece nos próximos 15 dias. 


Dessa articulação que a GOinfra fez com a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Paranaíba (Codevasp), empresa pública ligada ao Ministério do Desenvolvimento Regional, participou também o senador Luiz Carlos do Carmo, que disse que canalizou seus esforços para algo que é muito importante para o segmento produtivo em Goiás. 


O empenho de governador e senador valeu a pena. A verba irá contemplar 13 municípios, com quatro frentes de serviço abertas nas regiões Nordeste, Norte, Centro e Sudoeste do Estado.  Algumas destas pontes serão na região do Oeste Goiano, em municípios de Palestina de Goiás, Caiapônia e Doverlândia. Todas essas pontes serão mistas, executadas em concreto e aço e serão implantadas em vias não-pavimentadas.


O presidente da Goinfra, Pedro Sales, explicou que as pontes darão melhor trafegabilidade a trechos estratégicos que estavam com o fluxo comprometido pela ausência da estruturas. Dentre as pontes modulares, a menor estrutura terá seis metros, mas há casos como os de São João d´Aliança, Morro Agudo de Goiás e Doverlândia, em que serão edificadas pontes com 24 metros de extensão.


Na lista de municípios beneficiados estão ainda Formosa, Bonópolis, Porangatu, Alto Paraíso de Goiás, Itapuranga, Silvânia, Palestina de Goiás, Caiapônia, Jataí e Serranópolis, que foram definidas de forma estratégica pelo Governo de Goiás.


O diretor de Planejamento da agência, Riumar dos Santos ressalta que a construção das 54 pontes será fundamental para a Economia do Estado, que tem a necessidade constante de escoar sua produção por meio terrestre. Daremos mais condições ao transporte de mercadorias, à produção agropecuária e à realização dos negócios que acontecem em todo o interior”, concluiu.

O que achou dessa Notícia?
5 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano.