Sem terras invadem fazenda nas proximidades de Jaupaci

04/06/2017
invasao-de-terras05062017.jpg

Nas proximidades deste local fizeram seus barracos os sem terras invasores

Um grupo de 34 famílias invadiu uma fazenda nas proximidades de Jaupaci e que é terra de propriedade de Rui Carrilho (Rui Guerra). Essa invasão se deu na manhã de ontem, sábado, 3, antes do nascer do sol.


O grupo se estabeleceu em barracos, nas proximidades de uma represa, há mil metros da sede da fazenda. A propriedade de Rui Guerra é tida como produtiva. Os que invadiram a fazenda são pessoas de diferentes municípios da região e se apresentaram para a reportagem da Rádio Lírios do Campo, de Jaupaci, como de produtores ligados ao Sintraf (Sindicato dos Trabalhadores na Agricultura Familiar).


Um dos sem terras identificado apenas como Gabriel falou com Vanderley de Oliveira, da Rádio Lírios do Campo, e disse que a terra invadida tem problema de documentação junto a União e que por isso pode ser objeto de reforma agrária. Na região do Oeste Goiano, mais precisamente em Jaupaci e Israelândia, ninguém tem essa informação sobre a documentação da terra. Há anos Rui Guerra vive e produz dentro da área.


O proprietário da fazenda recebeu a solidariedade de muitos da região e de dois prefeitos: Laerte Dourado (Jaupaci) e Naçoitan Leite (Iporá). O Sindicato Rural de Iporá Diorama e Israelândia fez uma comitiva e foi até a residência do fazendeiro prestar-lhe solidariedade.


Já foi providenciado advogado para que no dia de amanhã, segunda-feira, 5, seja dada entrada em petição para reintegração de posse. Foi solicitada também presença policial para evitar que a invasão avance rumo a sede da fazenda. Entre invasores e os da fazenda não houve nenhum conflito e sequer, contato entre as partes. Da parte do grupo de sem terras tem quatro veículos ao lado dos barracos armados. Eles demonstram intenção de permanecer no local.


Visita de solidariedade para o fazendeiro Rui Guerra

O que achou dessa Notícia?
23 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano.