Vereadores chamam a Enel em explicações sobre péssimos serviços prestados na região de Iporá. É hoje à noite evento na Câmara

11/11/2019
enel-e-nota-de-repudio11112019.jpg

Pela terceira vez a Câmara Municipal de Iporá, através de seus 13 vereadores, convoca os responsáveis pela empresa Enel para que dê explicações sobre os péssimos serviços prestados em Iporá, na zona urbana e rural, especialmente nos últimos dias, com a chegada do período chuvoso.


Na ação em defesa do povo, os vereadores vão exigir, além de explicações, que haja ações para reverter a precariedade dos serviços de fornecimento de energia elétrica para residências, estabelecimentos de negócios e fazendas, que já multiplicam-se prejuízos nos mais diversos segmentos, com a falta de energia elétrica.


A audiência pública marcada é hoje, nesta segunda-feira, 25 de novembro, às 19 horas, no plenário da Câmara. Virá de Goiânia o deputado estadual Henrique Arantes, que é Presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Assembleia Legislativa que investiga o assunto. A Enel é alvo de muita lamentação em Goiás. Chega-se a ser dito que esta empresa que assumiu a venda de energia elétrica em Goiás descumpriu em mais de 80% daquilo que teria que fazer ao assumir o lugar da Celg.


Enquanto isso, produtores rurais também estão se mobilizando. Eles falam em um novo protesto para o início do próximo mês.


Nota de repúdio da Câmara Municipal


Os Vereadores de Iporá repudiam a atitude da empresa Enel que não tem investido o suficiente para garantir a correta prestação dos serviços de fornecimento de energia elétrica. Na última semana, o fornecimento foi interrompido por diversas vezes. O problema não é novo e piorou com a privatização.


Em claro desrespeito ao contrato e às obrigações assumidas, a empresa visa somente o lucro e gera com isso, transtornos a centenas de famílias na zona urbana e a diversos produtores rurais que amargam enormes prejuízos com a perda de seus produtos, especialmente o leite.


A Câmara de Vereadores enviou ofício solicitando pela terceira vez o comparecimento dos representantes. No final do ano passado, em fevereiro deste ano e novamente no dia 25 de Novembro, esperamos o posicionamento da empresa. Estará presente o Deputado Henrique Arantes, Presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Assembleia Legislativa que investiga o assunto. Convidamos toda população para comparecer a esta audiência pública e exigirmos a imediata regularização do sistema.


Em tempo, os Vereadores cobram explicações da empresa SANEAGO, que não pode se furtar de sua responsabilidade. Cabe a ela criar mecanismos para que o fornecimento de água não seja interrompido nas constantes quedas de energia. Com tudo que arrecada é perfeitamente possível investir na compra de geradores próprios. Queremos uma posição da empresa que tem seu contrato com o município até 2022. Queremos ver os termos para a continuidade e renovação do contrato.

O que achou dessa Notícia?
15 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano.