Homicídio seguido de suicídio

24/03/2010

Por volta das 11 horas da manhã de hoje, quarta-feira, homicídio seguido de suicídio abalou  Iporá. Sargento Mariano, (Divino Mariano da Cruz), de 45 anos, militar na ativa, aparentemente por razões passionais, matou a mulher da qual tinha acabado de se separar, Zildene Cândido de Queiroz, de 41 anos, e, em seguida, se suicidou. Os corpos estiveram no local do crime até por volta de 14 horas, quando foi feita a perícia no local, Avenida Goiás, em frente o prédio da Agrodefesa. 

Contam os amigos da família que nos últimos anos o casal vinha enfrentando dificuldades de relacionamento. Há uma semana atrás ela decidiu sair de casa. Ele foi ao seu encontro na manhã de hoje e, sem que ninguém testemunhasse, aconteceu o fato. A PM foi chamda ao local por vizinho que ouviu tiros. Conta uma das vizinhas que foram 4 tiros seguidos, uma pausa e, em seguida, mais dois tiros.

Ao adentrar na pequena casa foram encontrados pelos PMs os dois corpos sem vida. O dela no sofá e o dele no chão, tendo ao lado um revólver 38. A análise prepliminar é de homicídio seguido de suicídio. Zildene era profissional da área de saúde. Trabalhava no Posto de Saúde do Centro da cidade. Sargento Mariano era tido como um cidadão pacífico.


O que achou dessa Notícia?
0 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano.