Comissão de Sindicância veio apurar atos da subsecretária afastada por causa do enterro de livros

26/03/2010

Eles não dão entrevista para a imprensa. São 3 advogados vindos da Secretaria Estadual de Educação, a mando da Secretária Milca Severino. Trata-se de uma Comissão de Sindicância que veio apurar o fato ocorrido em Iporá e que repercutiu em todo país, pelo qual milhares de livros didáticos foram descartados para o aterro sanitário da cidade. A Comissão de Sindicância é formado por José Roberto Alves de Araújo (presidente), Alírio Basilio Silva (secretário) e Ranar Araújo (membro). Nem mesmo com insistência, estes membros da Comissão de Sindicância não falam com a imprensa.

Chegaram em Iporá na tarde de quarta-feira. Ontem, quinta-feira, continuaram na cidade durante todo o dia. Em sala da Subsecretaria estiveram ouvindo pessoas envolvidas no descarte de livros. A Subsecretaria Juselina Duarte foi ouvida fora do prédio que é sede da regional de educação. Desde que eclodiu o escândalo dos livros, ela não foi mais à Regional e nem falou com nenhum órgão de imprensa.  Na terça-feira a noite ela foi afastada do cargo.

O levantamento que a Comissão de Sindicância faz, também chamado de inquérito, será importante dentro de um processo administrativo que foi instaurado. Ministério Público e Polícia Civil também manifestam interesse em investigar o fato. 


O que achou dessa Notícia?
0 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano.