Aula na Bovespa: Alunos do curso de Administração foram ver de perto como funciona mercado de ações

03/06/2013
bovespa-01.jpg

Dentro das suas atividades de aprendizado sobre mercado financeiro, os acadêmicos do curso de Administração de Faculdade de Iporá (FAI) fizeram uma excursão na semana passada que incluiu uma visita a Bolsa de Valores de São Paulo (BM&F Bovespa), localizada no centro da capital paulista.


A visita previamente agendada contou com a recepção aos acadêmicos feita pela equipe de Agnaldo Ferreira Dias, da Bovespa. Com muito profissionalismo aquela equipe mostrou aos estudantes do curso de Administração todo o funcionamento da Bolsa de Valores. Palestra e simulação de negócios ensinaram aos acadêmicos como funciona um local de muita importância para a economia brasileira, incluindo um histórico da Bovespa, criada no século 19 e que passou por algumas grandes transformações ao longo dos anos.


O que os acadêmicos conheceram foi a terceira maior bolsa de valores do mundo, onde bilhões de reais são negociados todos os dias. Já não há mais a Bolsa de Valores com o tumulto de operadores como se via antes na televisão. O uso da informática e da internet mudou a forma de operar os negócios na Bolsa de Valores. Já não existe mais o Pregão Viva Voz. Os negócios entre investidores e a Bovespa são feitos silenciosamente pelas corretoras de ações. Toda complexidade e importância deste tipo de negócios foram expostas aos acadêmicos da Faculdade de Iporá.


A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) tem moderno espaço para visitação do público em geral. O local onde antes funcionava o antigo pregão viva-voz foi todo remodelado e agora faz parte do circuito turístico do Centro Histórico de São Paulo. Quem passa por lá pode aprender sobre o funcionamento do estabelecimento com ex-operadores, conhecer a história do mercado de capitais no Brasil, além de ver peças de museu, como um telefone sem fio da década de 1980.


Transformado em uma escola high tech de investidores, o grande saguão tem agora painéis eletrônicos de última geração e um cinema 3D em uma sala circular com capacidade para 40 pessoas, onde há projeção de um filme de 20 minutos. A visita pode se estender também para a participação das palestras sobre o mercado de capitais e mesas para simulação de operações. Tudo para que o universo das ações se torne mais compreensível para os visitantes, sejam turistas ou estudantes.

Comércio da 25 de março, lazer e avaliação da excursão


A excursão da Faculdade de Iporá, depois de conhecer a Bovespa na manhã do dia 31, sexta-feira, deu a oportunidade aos alunos de conhecer o comércio da Avenida 25 de Março. Essa rua, também no centro de São Paulo,é considerada o maior centro comercial da América Latina1 pois consiste em um dos mais movimentados centros de compras varejistas e atacadistas.

Um dos grandes entraves do comércio local é o alto número de barracas de camelôs que disputam espaço com as lojas comerciais, vendendo os mais diversos produtos nacionais e importados, por preços baixos, mas sem o reconhecimento oficialdas autoridades. Enquanto a Bolsa de Valores é um comércio muito formal, a atuação de empreendedores na Rua 25 de Março é, em muitos casos, feita de forma ilegal, e em situação de conflito com as regras estabelecidas.

No sábado, primeiro de junho, o grupo de excursionistas, composto por cerca de 40 pessoas, desfrutou de um dia de lazer na Praia Grande, em Ubatuba, um dos locais mais apreciados pelos turistas que se dirigem para o litoral brasileiro. O acadêmico Diego Lemuel avaliou que a excursão foi muito positiva pois deu a oportunidade de conhecer de perto o funcionamento da Bolsa de Valores, um local que está diretamente ligado a economia do país. O professor Dárcio Siqueira, um dos organizadores da excursão, afirmou para a reportagem do Oeste Goiano que foi uma oportunidade importante para o aprendizado dos acadêmicos e também para o lazer. Ele disse que, enquanto outros grupos de jovens excursionistas são levados, nestas ocasiões de viagens, para bebedeiras e desordens, os acadêmicos da FAI mostram-se ordeiros e focados na busca do conhecimento e em se divertir com condutas saudáveis e práticas decentes.

  • Alunos na Bovespa
  • Painel eletrônico para verificação da cotação de ações
  • Acadêmicos em sala de cinema com óculos que permite ver filmete em 3d sobre o funcionamento da Bolsa de Valores
  • Em frente ao histórico prédio da Bovespa
  • Acadêmicos viram atrações do centro de São Paulo. Entre estas, o agitado comércio da Avenida 25 de Março
  • Excursão terminou com professores e alunos na Praia de Ubatuba
O que achou dessa Notícia?
7 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

2 comentários

  • Cristina Barbosa 04/06/2013

    nossa eu fui na primeira visita que teve na bolsa de valores é tudo de bom é uma ótima oportunidade para os alunos, ter uma visão do mercado financeiro.
  • Milene Lopes 03/06/2013

    Em nome da Equipe organizadora da visita Técnica Bovespa - SP, agradecemos ao Jornal Oeste Goiano na pessoa de Valdeci Marques e Adriana pela companhia e todo apoio durante nossa viagem, o profissionalismo deste Jornal faz com que valorizamos mais ainda a nossa cidade de Iporá. Obrigada!!!

Comente

Faça seu Login

Use sua conta do Oeste Goiano.