Prefeitura de Palestina afirma que está transportando alunos

19/04/2019
valdivino-rodrigues-palestina-de-goias-go19042019.jpg

Valdivino Rodrigues: Prefeito

Em resposta a matéria veiculada neste site sobre sentença da Justiça para que a Prefeitura de Palestina de Goiás fizesse transporte de alunos, é veiculada agora informação que isto ocorre. Segundo a Prefeitura, todos alunos são transportados. E a gestão ainda discorre que Valdivino Rodrigues, o prefeito, é pioneiro na região nesta política pública de transporte de alunos.


Segue texto da Prefeitura sobre o assunto:


O Município de Palestina de Goiás, através de seu representante legal, Sr Valdivino Rodrigues Borges, prefeito de 04 (quatro) mandatos nos últimos 19 anos, tendo como único de sua primeira gestão em 01/01/2001. Sendo pioneiro na região a implantar um transporte escolar de qualidade em veículos como: Vans, Microônibus e ônibus, sempre novos e na sua maioria com recursos do próprio município e não possui frota com veículo terceirizado. Desde 2001 o município faz o transporte escolar de todos os alunos da 1ª etapa do ensino fundamental, o que é de esclarecer de responsabilidade do município e ao mesmo tempo faz o transporte de todos os alunos da 2ª etapa do ensino fundamental; do ensino médio, curso superior e técnico em Iporá e Caiapônia, em todos os casos é de total responsabilidade do Estado de Goiás, através da Seduc, porém por sermos parceiros do Governo Estadual, sempre fizemos o transporte através de parceria, mas queremos lembrar, é leviana a ideia de que alunos de outros municípios e os da rede estadual ser contado como alunos a ser transportados pelo município.


Informamos ainda a nossa gratidão aos responsáveis por esta ferramenta de comunicação, que no último dia 10/04/2019 tornou a público que o município havia sofrido a intimação por parte do Ministério Público do Estado, através de uma Ação Civil Pública, para fazer o transporte de alunos do município de Palestina de Goiás. Então nos é dado o direito de resposta, aqui nos resta apenas esclarecer que recebemos tal mensagem com muita surpresa, pois não existe nenhum se quer aluno do município, sem ser transportado, até mesmo aqueles que são da rede estadual de educação, inclusive aqueles localizado na Cana Verde, Assentamento Vale da Boa Vista e Povoado da Boa Vista em todos os três casos no município de Caiapônia, todos de responsabilidade do Estado de Goiás, e esclarecemos ainda que o município até a presente data não foi citado na referida Ação Civil Pública veiculada.


Ao mesmo tempo queremos reafirmar Palestina de Goiás, como município que tem primado pelo respeito ao poder Legislativo e Judiciário, bem como o direito a crítica e o contraditório, mas é de se fazer justiça e reconhecer que o município de Palestina, é um dos poucos municípios do país, a pagar acima do Piso Salarial, seus professores e está em dias com a folha de pagamento com seus fornecedores, e ainda com mais de uma centena de profissionais como engenheiros civis, engenheiros agrônomos, advogados, enfermeiros padrão, nutricionistas, fisioterapeutas, pedagogos, analistas de sistema, contador, administrativos de empresa, engenheiro ambiental, assistente social, técnicos de enfermagens e radiologistas, já trabalhando todos beneficiados com bolsas universitárias pagas pelo município, sendo que no momento estamos oferecendo mais de 50 bolsas aos alunos em nosso município.

O que achou dessa Notícia?
10 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano.