Prefeitura deixa de pagar adicional de férias de professores, relata vereador Paulo Alves

26/06/2020
paulo-alves-de-oliveira-ipora-b8826062020.jpg

Paulo Alves: Sugestão que prefeitura faça folha suplementar e corrija erro

Em seu facebook o vereador Paulo Alves (PT) relata que, ao fazer os pagamentos neste final de mês de junho, a Prefeitura de Iporá não efetuou a quitação de adicionais de férias de professores do município. O vereador conta que o argumento da Prefeitura foi a situação de calamidade pública em que a cidade se encontra em razão da pandemia. Mas ele afirma que o argumento não tem fundamento, uma vez haver verba própria para isso.


Sabe-se que o mês de julho é de férias coletivas dos professores e, no ato de receber salários de junho, teria que haver o pagamento de 1/3 (um terço) do que se chama de “Adicional de Férias”. No entanto, isso não ocorreu desta vez.


O vereador, que também é professor, contactou a imprensa para falar sobre o assunto, dizendo que há injustiça para com os professores, um descumprimento de lei e que tratam-se de profissionais que, mesmo em tempo de pandemia, estiveram trabalhando no ensino a distância.


Paulo Alves sugere que a Prefeitura faça uma folha de pagamentos suplementar e corrija esse erro. O Oeste Goiano tem espaço aberto para a Administração manifestar sobre o assunto, se assim preferir.

O que achou dessa Notícia?
22 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

1 comentário

  • Emerson José 26/06/2020

    Pertinente neh, em pleno ano eleitoral! E é candidato! Me soa estranho!

Comente

Faça seu Login

Use sua conta do Oeste Goiano.