Professor e pesquisador da UEG participou de missão científica em Cuba

08/04/2019
ricardo-assis-professor-da-ueg08042019.jpg

Apresentação de pesquisa no Congreso Cubano de Desarrollo Local, na Universidade de Granma, Bayamo, Cuba, onde assuntos de Iporá foram mostrados

Depois de duas experiências de viagem e missões científicas a Cuba, a primeira em 2015 e a segunda em 2018, entre os dias 21 e 30 de março de 2019 o Professor Doutor Ricardo Jr. de Assis Fernandes Gonçalves, do curso de Geografia da Universidade Estadual de Goiás – Campus Iporá, retornou ao país caribenho para novas atividades de pesquisa e parcerias acadêmicas.


Dessa vez, segundo o Professor, com o objetivo de contactar instituições de ensino e conhecer melhor as paisagens e manifestações culturais do país, teve a oportunidade de percorrer distintas regiões e cidades cubanas, desde Havana, Santiago de Cuba, Bayamo e Holguin, além de participar nos 3 dias do Congreso Cubano de Desarrollo Local, da Universidade de Granma, em Bayamo.


Ademais, em um dos dias da viagem, junto a outros pesquisadores brasileiros e cubanos, caminhou nas altitudes de Sierra Maestra. Motivado por um trabalho de campo o grupo deslocou da cidade de Bayamo à comunidade de Santo Domingo, nas elevações montanhosas da Sierra Maestra. Nessa localidade, foi possível conhecer a organização do trabalho de camponeses que se dedicam ao cultivo de café e se organizam em cooperativas de produtores. Realizar entrevistas e ouvir relatos históricos do país, como a redistribuição das terras nas montanhas pela primeira lei de reforma agrária após o triunfo da revolução em 1 de janeiro de 1959. Ainda, visitar postos médicos e escolas que atendem a população local.


Por conseguinte, destaca-se a participação do Professor Ricardo no Congreso Cubano de Desarrollo Local - Articulando Estrategias para un desarrollo local sostenible, organizado pela Universidade de Granma, que acorreu entre os dias 26 e 28 de Março de 2019. O Professor participou na condição de convidado e expositor de trabalho científico. Como expositor, apresentou o trabalho “Feiras livres e da agricultura familiar: circuitos curtos e desenvolvimento local em Iporá, Goiás”, compilado com a colaboração de estudantes bolsistas e resultados de projetos de pesquisas coordenados por ele na UEG.


O Congresso Internacional contou com mais de 300 inscritos, sendo 80 estrangeiros de 17 nacionalidades. Segundo o Professor Ricardo, “a participação fortalece a rede de parcerias de ensino e pesquisa da UEG com instituições estrangeiras, incentiva o processo de internacionalização e consolida projetos de cooperações duradouras. Além dos pesquisadores cubanos, foi possível retornar com contatos de pesquisadores e instituições do México, Argentina, Equador, Costa Rica e Colômbia”. Outrossim, o Professor chama a atenção para o fato de que há, na Universidade de Granma, “um importante centro de estudos de economia e desenvolvimento local, o que colaborou com os conhecimentos de pesquisas realizados na UEG, especialmente no campo de estudos que buscam fortalecer redes de solidariedade entre os pequenos agricultores, alternativas de comércio de alimentos como as feiras e geração de renda local”.


Finalmente, sublinha-se que a presença do Professor Ricardo em Cuba se deu a partir do projeto de intercâmbio acadêmico-científico intitulado "Planejamento Territorial e Sociobiodiversidade: perspectivas para o mundo do Cerrado", com financiamento da Capes e em execução desde 2017, sob coordenação geral do Prof. Doutor Eguimar Felício Chaveiro, do IESA/UFG, e com pesquisadores de distintas instituições parceiras, entre elas a UEG, UFT, UFU e IFG.

  • Entardecer em Havana, Cuba.
  • Apresentação de pesquisa no Congreso Cubano de Desarrollo Local, na Universidade de Granma, Bayamo, Cuba.
  • Pesquisadores da UEG, UFT e IFG no Congreso Cubano de Desarrollo Local, na Universidade de Granma, Bayamo, Cuba.
  • Paisagens de Sierra Maestra, em Santo Domingo, Cuba
O que achou dessa Notícia?
25 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano.