Presidente da Amog rebate boato sobre boate dentro do evento

06/01/2019
wilismar-alves-rosa-ipora06012019.jpg

Presidente da Amog em rebate a boato sobre boate

William Alves Rosa, presidente da Associação de Muladeiros do Oeste Goiano (Amog), viu com insatisfação um boato surgido na cidade de Iporá de que haveria o funcionamento de uma boate dentro do 12º Encontro Nacional de Muladeiros. “Isso não é verdade”, diz ele. E acrescenta que a existência de uma boate dentro do evento o descaracteriza como proposta inicial desta festa.


Ele relembra que em toda história do Encontro Nacional, nesses mais de 10 anos, nunca houve esse tipo de programação de lazer e sim só as atrações que são apropriadas para o público a ser atendido por um evento que é de cunho rural e ligado às tradições.


William disse reconhecer que uma boate é sempre algo interessante, mas não para evento de muladeiros, onde prioriza-se só o que tem a ver com animais, tem a ver com os muares, as provas, culinária de tropeiro e shows, mas só aqueles de estilo sertanejo, preferencialmente, os de mais ligação com as tradições e sem as noitadas que são próprias de eventos de boate. O Encontro Nacional de Muladeiros é evento para o dia inteiro, com programação diversificada. Existem os shows, mas com breve duração.


Com essa explicação o presidente da Amog descarta qualquer possibilidade de haver boate dentro do parque, entre os dias 23 e 27 de janeiro. Os que são muladeiros e que gostam do lazer mais apropriado para este perfil podem ficar sossegados quanto a questão aqui colocada.

O que achou dessa Notícia?
22 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano.