Presidente da CDL de Iporá renunciou ao cargo. Vice vai assumir

04/12/2019
francisco-de-assis-souza04122019.jpg

Edmirson deixa. Assis vai assumir

Em uma reunião com a presença de poucos diretores, realizada na noite de ontem, terça-feira, 3, Edmirson José Ribeiro apresentou sua carta de renúncia ao cargo de presidente da Câmara de Dirigentes Lojstas (CDL) de Iporá.



Ele alegou aos presentes que está faltando legalidade para a sua permanência a frente da entidade depois que deixou de ser dono de estabelecimento comercial nos moldes daqueles que se associam à esta entidade.



Edmirson era dono da Drogaria Evangélica, da qual de dispôs, entrando em um outro ramo de negócios, o qual não trabalha com crédito. Segundo ele, “desconfortável por não se sentir mais no perfil de alguém que é da área jurisdicionada a CDL, preferiu deixar a entidade”.



Antes de sair, fez a conversa com seu vice-presidente, Francisco de Assis Souza, que mostrou disposição de dar continuidade no trabalho de Edmirson José Ribeiro. Na reunião desta terça-feira, diante de demais diretores, ambos, presidente e vice, falaram sobre o momento e o papel de cada um, dentro da entidade. Edmirson deu suas justificativas para a saída, enquanto que Francisco de Assis Souza prometeu empenho em seu trabalho de gestão, pedindo a colaboração dos demais.



O mandato na CDL é de 4 anos. Edmirson cumpriu exatamente a metade do período. Cabe a Assis responder pela entidade nos próximos dois anos seguintes, até que haja nova eleição. Uma solenidade de posse para Assis deve ser marcada para os próximos dias.



Diretores presentes em reunião desta terça-feira, 3

O que achou dessa Notícia?
16 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano.