Ciclistas expõem-se aos riscos em noites na rodovia

17/05/2020
risco-de-pedalar-em-rodovia-a-noite17052020.jpg

A reportagem do Oeste Goiano foi procurada por quem passa rotineiramente de automóvel na rodovia GO-060, trecho entre a zona urbana de Iporá e a Fazenda Escola do IF Goiano e até mais além, na região do Córrego Seco.


Segundo relatos, o que se vê por ali, naquele trecho de rodovia, é um risco constante, já que os ciclistas no período noturno, hora mais apropriada para a pedalada, nem sempre estão com os dispositivos de segurança, seja na bicicleta ou no corpo de quem pedala. Além disso, a displicência destes em nem sempre usar a faixa de acostamento.


Já houve acidente por ali e nem foi no período noturno, quando o risco é maior. Os relatos são de que, à noite, o perigo fica maior porque bicicleta e ciclista nem sempre estão com um sinalizador trazeiro de luz. O que se recomenda também é que para aumentar a segurança o ciclista faça opção por roupas que permitam que ele seja facilmente visível na estrada, a exemplo de coletes refletores, dando sempre preferência também a roupas claras e, se possível, com riscas ou uma capa refletora. Retrovisores e buzinas também fazem parte dos equipamentos de segurança.


O ciclismo, entendido como mountain bike, na verdade, é uma prática para estradas rurais. Mas nem todos estão o tempo todo nessas apropriadas estradas de chão e com pouco movimento de veículos. No município de Iporá a prática de pedalada é muito comum na região do Pontal, com saída a partir da estrada da Pindaíba, mas a volta, em muitas vezes, usa-se o trecho de asfalto da GO-060, da Fazenda Escola do IF Goiano até a cidade. E neste trecho o fluxo de veículos é grande e, consequência, há os riscos.


Sobre estes perigos constantes a que estão expostos os ciclistas a reportagem do Oeste Goiano falou com Walber Falcão. Ele é presidente da Associação Morro do Macaco Bike, que reúne em Iporá o mais numeroso e atuante grupo de ciclistas. Ele nos disse que foi feita nos últimos dias uma campanha para orientar os membros. Essa campanha abordou sobre os riscos da pedalada noturna em rodovias.


Segue texto que um bombeiro militar de Iporá distribuiu entre os ciclistas para orientação:


NOTA INFORMATIVA DA ASSOCIAÇÃO MORRO DO MACACO BIKE


CUMPRIMENTO A TODOS,


NÓS DA ASSOCIAÇÃO MORRO DO MACACO BIKE DE IPORÁ, GOSTARIAMOS DE INFORMAR, A TODOS OS CICLISTAS E PESSOAS QUE UTILIZAM AS RODOVIAS PARA A PRÁTICA DE EXERCÍCIOS FÍSICOS, SOBRE AS NORMAS E REGRAS PARA TAL. COM O FECHAMENTO DE ACADEMIAS, CLUBES E ATÉ MESMO DE ÁREAS COMUNITÁRIAS DE LAZER, AS PESSOAS COMEÇARAM, EM GRANDE INTESIDADE, A UTILIZAR AS MARGENS DAS RODOVIAS PARA PEDALAR, CAMINHAR E CORRER. PORÉM DEVEMOS CONHECER AS LEIS E NORMAS QUE REGULAMENTA O TRÂNSITO DE PEDESTRES E CILCISTAS NAS RODOVIAS. DE ACORDO O CÓDIGO DE TRÂNSITO, EM SEU ARTIGO 58 - AS BICICLETAS DEVEM TRANSITAR NO ACOSTAMENTO NO MESMO SENTIDO DOS VEÍCULOS, E EM SEU ARTIGO 105 – AS BICICLETAS DEVEM AO TRANSITAR EM PERÍODO NOTURNO POSSUIR LUZES DE SINALIZAÇÃO TRASEIRA E DIANTEIRA, VALE RESSALTAR TAMBÉM QUE É OBRIGATÓRIO O USO DE EQUIPAMENTOS DE SEGURANÇA COMO O CAPACETE. PARA OS PEDESTRES É OBRIGATÓRIO O USO DE COLETES REFLETIVOS, E LUZES DE SINALIZÇÃO. O SENTIDO DE TRANSITAR PARA ELES, É REALIZADO CONTRA O FLUXO DE VEÍCULOS E SEMPRE CAMINHANDO NO ACOSTAMENTO. DESTA FORMA OS CICLISTAS VÃO CRUZAR COM OS PEDESTRES DE FRENTE UM PARA O OUTRO FACILITANDO A VISUALIZAÇÃO DE AMBOS. ONTEM DIA 11 DE MAIO NO PERÍODO NOTURNO, EU EM SERVIÇO NO CORPO DE BOMBEIROS, RECEBEMOS VÁRIAS LIGAÇÕES, DENUNCIANDO QUE HAVIAM GRANDES GRUPOS DE CICLISTAS E PEDESTRES PRATICANDO ATIVIDADES ESPORTIVAS AS MARGENS DA GO-060, E QUE A MAIORIA DESTES NÃO PORTAVAM SINALIZADORES, COLETES REFLETIVOS OU LUZES. MEDIANTE A EMINENCIA DE ACIDENTES, HOJE CEDO DIA 12 DE MAIO ENTREI EM CONTATO COM A POLICIA RODOVIARIA ESTADUAL, PARA BUSCAR ORIENTAÇÃO SOBRE AS DENUNCIAS. SEGUNDO OS PRÓPRIOS POLICIAIS RODOVIÁRIOS JÁ EXISTEM RECLAMAÇÕES E DENUCIAS REFERENTE AO ASSUNTO, E QUE OS MESMOS VÃO INTESIFICAR A FISCALIZAÇÃO E ORIENTAÇÃO DA PRÁTICA DESTES ESPORTES NAS RODOVIAS ESTADUAIS. VALE RESSALTAR QUE NOS FOI INFORMADO QUE O DESCOMPRIMENTO DAS LEIS E NORMAS JÁ CITADAS AQUI, ACARRETARAM EM MULTAS AOS INFRATORES, NOS CASOS DOS CICLISTA PODE HAVER ATÉ APREENSSÃO DA BICICLETA. A MULTA É FEITA NO CPF DO ENVOLVIDO. MEDIANTE O ESPOSTO NÓS DA AMMBI PEDIMOS A TODOS QUE SE INFORME SOBRE O ASSUNTO, BUSQUE ANDAR DENTRO DAS NORMAS DE TRÂNSITO, UTILIZEM OS ITENS DE SEGURANÇA E SINALIZAÇÃO. VAMOS DESTA FORMA EVITAR ACIDENTES ENVOLVENDO PEDESTRES E CICLISTAS NA NOSSA CIDAD. TODOS NÓS SABEMOS QUE EM CASO DE SOFRERMOS UM ACIDENTE, PODEREMOS NECESSITAR DE UM ATENDIMENTO MÉDICO EM GOIÂNIA, E NÃO É UM BOM MOMENTO PARA FREQUENTAR AMBIENTE HOSPITALAR COM UMA PANDEMIA EM CURSO... DESDE JÁ AGRADEÇO A COMPREENSSAO DE TODOS, VAMOS CUIDAR DE NOSSA SAÚDE E DO PRÓXIMO, VAMOS PRATICAR NOSSAS ATIVIDADES FISÍCAS COM RESPONSABILIDADE! OBRIGADO A TODOS MEU NOME É ULISSES PERES SOU CICLISTA, BOMBEIRO NA CIDADE DE IPORÁ E FAÇO PARTE DA ASSOCIAÇÃO MORRO DO MACACO BIKE.

O que achou dessa Notícia?
8 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano.