Sem goleiro, diretoria do Iporá teve que fazer contrato às pressas

09/03/2019
time-sem-goleiro10032019.jpg

Caio, goleiro que já jogou no Nova Iguaçu, do Rio de Janeiro está em Iporá para o jogo deste domingo, 15:30 horas, no Estádio Ferreirão, quando o Lobo Guará enfrenta o Aparecidense, valendo pelo Campeonato Goiano 2019.


Esse foi um contrato feito às pressas e providenciada documentação junto a Federação Goiana de Futebol (FGF), uma vez que o time ficou sem goleiro a altura de jogo profissional, quando na noite de quarta-feira o Lennon foi expulso por exagero em reclamação contra a arbitragem. Ele já era o segundo goleiro, uma vez que o titular, o André Luís, tinha sido dispensado uma semana antes, com a alegação da diretoria de que o atleta tivera comportamento inadequado.


Iporá está com elenco reduzido para este jogo. Além do goleiro que era titular, também Guilherme estará ausente por ter recebido o terceiro cartão amarelo. Em seu lugar vai jogar o Marcos Paulo. Outro que foi expulso no último jogo foi o técnico Auecione por ter invadido o campo. Auecione explica que não haverá problema nenhum, já que vai trabalhar de fora do campo, na orientação aos atletas.


Falando sobre a Aparecidense, o técnico disse tratar-se de boa equipe e será adversário difícil. Porém, salienta que o time tem condições de fazer bom jogo e vencer o Aparecidense.


Iporá precisa muito de vitória e pontos, já que ainda está na faixa de rebaixamento. Restam apenas três jogos nesta fase classificatória.


A diretoria e comissão técnica do Iporá espera boa torcida neste domingo no Estádio Ferreirão para incentivo ao time e recursos financeiros para os custos da competição. O ingresso custa 30 reais.


Apita o jogo deste domingo Breno Souza, tendo como assistentes Márcio Soares e Joaquim André.

O que achou dessa Notícia?
13 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano.