Cemitérios público e particular foram assuntos em reunião na Câmara

15/11/2019
cemiterio-particular15112019.jpg

A Comissão de Finanças, Orçamento e Fiscalização da Câmara Municipal de Iporá fez na manhã desta quinta-feira, 14, uma reunião para discutir sobre o Projeto de Lei de nº 35/2019, que trata sobre uma regulamentação quanto a cemitérios em Iporá. No bojo da discussão tem normatização para cemitério público, mas abre também a possibilidade para que a cidade tenha cemitério particular, ao mesmo tempo em que há um grupo de empresários na cidade tentando viabilizar um destes.


O vereador Paulo Alves, presidente da Comissão, chamou os dois donos de funerárias da cidade, empresários que pretendem investir no ramo de cemitério particular, mais representantes da Prefeitura, inclusive da área de meio ambiente, e profissionais de imprensa. Segundo o vereador, havia a necessidade de que o assunto fosse ampliado para discussão, inclusive, porque é complexo, com legislação específica e pouco conhecida.


A assessora jurídica da Prefeitura, Vanessa Costa, explicou aos presentes detalhes do projeto. E disse que a gestão municipal preocupa-se com o cemitério público, ciente da necessidade de se criar mais vagas para sepultamentos, seja com a ampliação do já existente ou na criação de um novo cemitério. Afirmou que será dada solução para este problema. Cada um dos que ali estavam manifestaram em pontos de vista para pequenas alterações no projeto inicial, proposto pelo prefeito Naçoitan Leite. Tanto quanto a cemitério público quanto particular, é preciso que haja boa normatização. É a opinião geral dos que participaram, com ênfase para que o público sempre exista para atender pessoas de menor renda e que o particular também possa ser viabilizado em Iporá.


Paulo Alves, além de presidente da Comissão, é também relator do Projeto de Lei. Até quinta-feira da semana que vem, 21 de novembro, ele vai se manifestar em parecer sobre o projeto, com base naquilo que ouviu na reunião ampliada com o segmento de funerária e cemitério.

O que achou dessa Notícia?
7 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano.