Dívida que não para de crescer

13/04/2019

Cobrado pelo vereador Paulo Alves (PT), o presidente do Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores de Iporá (Ipasi), como impõe a lei, prestou a devida informação sobre as condições financeiras desta autarquia que tem a finalidade de aposentadorias para os funcionários da Prefeitura. 


Vilmar Rosa, presidente do Ipasi, mostra relatório do qual se deduz que dívida da Prefeitura para com a autarquia aumenta a cada mês. O prefeito paga pontualmente um parcelamento de dívida anterior de R$ 2.700,00 (dois milhões e setecentos mil reais), mas deixa de recolher compromissos patronais do presente.


Paulo comenta:


Segundo o que foi informado o pagamento da parte patronal dos meses de Janeiro e Fevereiro/19 continuam em aberto no valor de R$ 1.260.179,97
O mês de março de 2019 que se findou ainda não foi realizado o repasse, pois, o vencimento ocorrerá no dia 30/04/2019, portanto ainda não está vencido.
Quanto ao parcelamento, informaram que já foi feito o pagamento da parcela nº 03 do total de/12 dentro do prazo determinado em lei.



Ps. Evolução da dívida com o IPASI 2019.
Relatório fevereiro/19, valor em atraso R$ 572.779,66
Relatório março/19, valor em atraso R$ 745.772,13.
Relatório abril/19, valor total em atraso R$ 1.260.179,97



 


 

O que achou dessa Notícia?
22 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

1 comentário

  • Adalto Gomes 13/04/2019

    Esse Ipasi é uma piada mesmo (Dinheiro farto e fácil). O assunto nesse momento no país e a reforma da previdência. O governo está lutando com todas as formas para aprovar a reforma, enquanto em Iporá, os funcionários não fazem nada, para garantir seus direitos. Funcionários calado é sinal de concordância, com os atos do executivo. O SindIporá muito menos ainda, parece conivente com a situação. Parece que quem dita as regras no Ipasi e o poder executivo. Atenção funcionários públicos municipais, depois do leite derramado não adianta chorar. Reivindique seus direitos, e reveja os nomes de quem cuida dos seus direitos. Será que realmente essas pessoas estão empenhadas em defender seus direitos?

Comente

Faça seu Login

Use sua conta do Oeste Goiano.