Prefeito de Iporá diz a Secretário de Caiado que vai respeitar Decreto

05/04/2020
ernesto-roller-em-ipora05042020.jpg

Ernesto Roller vai até a residência de Naçoitan Leite

Após pedido do secretario de Governo, Ernesto Roller, representando o Governo de Goias, o prefeito de Iporá, Naiçotan Araújo Leite, decidiu respeitar o decreto que estende a quarentena em Goiás até o dia 19 de abril. O gestor chegou a editar um decreto municipal flexibilizando as normas, mas o documento não será publicado.


Ernerto Roller chegou em Iporá ainda muito cedo, neste domingo, 5, acompanhado de autoridades policiais civis e militares. Um destes foi o comandante do 12º Batalhão de Polícia Militar, Tenente Coronel Ariel, que o acompanhou por onde esteve em Iporá.


Um dos primeiros compromissos do secretário foi na residência de Naçoitan Leite. Embora totalmente avesso a medida governamental de extensão da quarentena, Naçoitan Leite foi cordial em receber o enviado do Governo de Goiás, pessoa com quem já tinha relacionamento.


Francisco de Assis, presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), também participou da reunião na casa do prefeito. Roller argumentou ao prefeito e demais presentes sobre a importância do isolamento social em tempo de disseminação do Coronavírus e disse que a medida de fechamento do comércio, embora ruim para a economia, salva vidas, fator que é muito mais importante neste momento.


Ao ouvir o secretário, Naçoitan Leite disse que não concorda com a extensão do Decreto de isolamento social, mas disse que vai obedecer ao que é determinado pelo Governo de Goiás. Roller agradeceu ao prefeito por entender a importância e urgência desta medida de interesse para a saúde pública do Estado.


Além do prefeito, Ernesto Roller e sua comitiva fez outras visitas na cidade, inclusive para os meios de comunicação.


NOTA DA CDL


Nestes últimos dias, com tanta insatisfação, angústia e especulação por parte dos lojistas, diante do último Decreto feito pelo Governador Ronaldo Caiado, onde não há flexibilização para a abertura do comércio, a CDL esclarece que, sendo uma Entidade representativa, tomamos todas as providências cabíveis para que o Comércio não fosse fechado desde o início, pois sabíamos de todos os prejuízos  que poderiam causar ao Comércio local.Encaminhamos a Liminar para o Ministério Público, solicitando a autorização da abertura do Comércio, mas infelizmente foi indeferido. Queremos que seja do conhecimento de todos, que  procuramos alternativas dentro do que podia ser feito, não ficamos passivos diante de uma situação tão séria.Seria muito bom, se tivéssemos uma possibilidade e que amparados por lei, pudéssemos anunciar para todos a abertura do comércio, sem possíveis consequências.Mas,  tendo o conhecimento  de toda a situação, não podemos inflingir as leis, e ainda causar prejuízos ainda maiores aos nossos associados e demais comerciantes de Iporá. Hoje , a CDL recebeu da Promotoria de Justiça , um ofício, alertando todos os comerciantes sobre a responsabilização cívil e criminal( de cada empresa) se caso houver o descumprimento do Decreto. Neste momento atípico, que vivenciamos a quarentena em função do COVID-19, saibam que estamos juntos!



Francisco de Assis (CDL), Naçoitan Leite (Prefeitura) e Ernesto Roller (Governo de Goiás)

O que achou dessa Notícia?
23 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano.