Justiça do Trabalho em Iporá deixa de ser Vara mas sem prejuizo para atendimento

05/08/2014
foto-trabalho-advogados.jpg

Desde o dia primeiro deste mês (agosto) a Justiça do Trabalho em Iporá, até então uma Vara, com presença de Juiz e Diretor, passou por mudança em sua estrutura administrativa. É agora apenas um Posto Avançado. Está administrativamente ligado a Vara do Trabalho de São Luís de Montes Belos, onde atua a Juiza Eunice Fernandes de Castro que em dias determinados vem a Iporá para as audiências.


Fábio Marquez de Carvalho é chefe deste Posto Avançado da Justiça do Trabalho em Iporá. Em conversa com o Oeste Goiano ele afirmou que não há nenhum prejuizo para os advogados em seus processos na área trabalhista. "Trata-se apenas de uma questão administrativa", disse. Ele conta que foi preciso criar mais uma Vara do Trabalho na cidade de Rio Verde, onde agora são 4. Com isso, a Vara de Iporá foi levada para lá. Ficam na cidade de Iporá os servidores. Só Juiz e Diretor foram embora. Como São Luís de Montes Belos é mais próxima, a ligação do Posto Avançado local passa a ser com esta cidade.


O que resultou em tudo isso foi a perca de status para Iporá. O que era Vara passa a ser somente Posto Avançado. Sabe-se que nos últimos anos a Justiça do Trabalho em Iporá atuou com muita celeridade. Os processos atualmente são poucos. Enquanto isso, a cidade de Rio Verde viu crescer o número de processos da área trabalhista. Em função disso foi feita a mudança na estrutura funcional.



Fábio Marquez de Carvalho, chefe do Posto Avançado da Justiça do Trabalho em Iporá: "Não há nenhum prejuizo para os advogados em seus processos na área trabalhista", afirma ele.

O que achou dessa Notícia?
9 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano.