Cidades da região terão que ter critérios para suas temporadas de praia

16/06/2019
aruana-britania16062019.jpg

Audiências públicas foram realizadas para debater o assunto

O Ministério Público de Goiás, por meio da Promotoria de Justiça de Aruanã, promoveu nesta quinta-feira (13/6), na Câmara Municipal, audiência pública para deliberações relativas a aspectos ambientais, estruturais e de segurança durante a temporada de praia nos municípios de Aruanã e Britânia, que estão localizados na região do Oeste Goiano. De acordo com o promotor de Justiça Danilo Guimarães Lima, medidas são necessárias para regulamentar providências como a definição de áreas de embarque e desembarque de passageiros em portos e praias, transporte clandestino de passageiros em embarcações e delimitação de áreas de trânsito de banhistas.


O comandante do Corpo de Bombeiros, tenente Lucas Maciel, enfatizou o trabalho preventivo da corporação e a necessidade de planejamento com intuito de prevenir acidentes. Ele acrescentou ainda a necessidade de as prefeituras de Aruanã e Britânia fazerem um gerenciamento nos portos e nas praias, com intuito de otimizar o transporte e garantir maior segurança.


Em relação ao transporte clandestino, o promotor informou que enviou ofício à Marinha solicitando a vinda de uma equipe para realizar a fiscalização durante a temporada, porém, ainda não recebeu resposta, informando que irá reiterar o pedido. Em seguida, o vereador Wedson Batista Campos, que também é presidente da Associação de Pescadores, informou que existem barqueiros que necessitam renovar documentos exigidos para as embarcações e que acionou a Marinha, por ofício, solicitando a vinda de uma equipe para atender esta necessidade.


Assim, ficou definido que as associações de barqueiros e o Corpo de Bombeiros vão definir os locais de embarque, desembarque e delimitação de áreas de banho e de passagem de pedestre nas praias. Assim que definidos os locais, o Corpo de Bombeiros encaminhará à Promotoria de Justiça a localização da área em cada praia e, caso ocorra descumprimento, poderá ser realizada denúncia diretamente na Promotoria. (Texto: Cristina Rosa / Assessoria de Comunicação Social do MP-GO- foto: Promotoria de Aruanã )

O que achou dessa Notícia?
1 voto
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano.