Governadores de Goiás e Mato Grosso se encontram em Piranhas para ato ambiental

18/12/2020
mauro-mendes18122020.jpg

Mauro Mendes e Ronaldo Caiado: governadores de estados vizinhos: Mato Grosso e Goiás

Sem a presença do presidente da república, jair Bolsonaro, que tinha anunciado que viria, mas mudou a agenda, o evento ambiental em Piranhas ocorreu nesta manhã de sexta-feira, 18.


Dois governadores estiveram presentes: Ronaldo Caiado, de Goiás, e Mauro Mendes, de Mato Grosso. A agenda comum dos dois foi o cerrado brasileiro, com lançamento do Projeto Juntos Pelo Araguaia. Trata-se de um grande espaço para produção de mudas e que visa a recuperação do cerrado brasileiro.


São apenas três centros de produção de mudas no país, sendo um deles em Piranhas. Era ainda o início de 2020 quando a administração de Piranhas percebeu a possibilidade de Piranhas se destacar em um projeto que era lançado pelo Governo Federal na área ambiental. Trata-se do primeiro Centro de Desenvolvimento Sustentável do Cerrado no Estado de Goiás. É o terceiro no Brasil.


Nesse foco ambiental o evento ocorreu na manhã desta sexta-feira, com cobertura do jornal Oeste Goiano e profissionais de diversas regiões do país. Teve início com recepção de autoridades no aeroporto local por parte do prefeito municipal de Piranhas, Eric Silveira de Melo e, em seguida, palanque armado no local onde está sendo instalado o projeto ambiental.



Evento em Piranhas com cobertura do Oeste Goiano: Adão Dias


Estiveram em Piranhas o Ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Augusto Nardes e o Ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho. Dois deputados federais por Goiás estavam presentes: João Campos e José Mário Schneider. Ainda presentes: Sergio Costa (secretário de segurança hídrica do Ministério do Desenvolvimento Regional), Wellington Fagundes (senador por Mato Grosso) e tantas outras autoridades de Goiás, de Mato Grosso e do Governo Federal. 


Todos os que falaram na solenidade enalteceram a importância do projeto ambiental. Ao governo federal foi demonstrada gratidão pelos governos de Goiás e Mato Grosso. O cerrado na bacia do Rio Araguaia será foco de intensa ação de recuperação.


Ao município de Piranhas foi dedicado também aplauso geral pois se conseguiu o  direito de ser um dos três locais no país para a produção de mudas. Trata-se do primeiro Centro de Desenvolvimento Sustentável do Cerrado no Estado de Goiás. É o terceiro no Brasil.


Caiado informou que a etapa atual da proposta engloba a recuperação de 10 mil hectares de vegetação – 5 mil pelo lado goiano do rio, com o envolvimento de 16 municípios, e 5 mil pelo matogrossense, com 12 municípios. A execução será feita pelo Instituto Espinhaço, em parceria com os governos de Goiás e de Mato Grosso. “Esse é o maior projeto de recuperação ambiental do mundo”, disse Caiado. “Temos de reconhecer a importância do projeto elaborado pelo instituto”.


Os investimentos do Juntos pelo Araguaia é de origem privada, são da ordem de R$ 7 milhões e preveem a plantação de 150 mil mudas. Os recursos foram doados pela Anglo American, anunciado pelo Presidente da empresa no Brasil, Wilfred Bruijn disse que já combinou com o governador Ronaldo Caiado de voltar à região para acompanhar a concretização do projeto.


As obras no local já começaram, a partir de terraplanagem. E então articulou-se a visita do presidente Jair Bolsonaro para lançar a pedra fundamental desse grande projeto que já está em andamento. O presidente acabou não vindo, mas a solenidade foi grandiosa, com ilustres presenças. 



A previsão é de que em março de 2021 esse Centro já esteja pronto. Os recursos iniciais para a obra estão disponíveis. 

O que achou dessa Notícia?
16 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano.