Apenas dois delegados para atuar em 14 cidades da região

06/06/2020
falta-delegados-em-goias06062020.jpg

Só Ronaldo e Ramon em extensa área de 14 municípios

Com a saída do Delegado Ricardo Galvão, que se desincompatibilizou a partir de 04 de junho e é pré candidato a Prefeito de Aragarças, apenas os Delegados Ramon Queiroz e Ronaldo Leite ficam responsáveis por 14 cidades (Israelândia, Jaupaci, Montes Claros de Goiás, Iporá, Amorinópolis, Diorama, Caiapônia, Doverlândia, Palestina de Goiás, Piranhas, Arenópolis, Aragarças, Baliza e Bom Jardim), além do GENARC.


Outrora, essa mesma região a qual hoje é entregue a chefia da investigação a apenas dois profissionais da área de segurança, já contou com 6 Delegados de Polícia. A situação que já era muito complicada com a presença de apenas três Delegados, se comprometeu ainda mais com a perda de mais um. Soma-se a isso o baixíssimo efetivo da Polícia Civil, já que em 6 dessas 14 cidades não há sequer um Policial Civil trabalhando. E em outras 3 não há Agentes de Polícia para investigar os crimes, apenas um Escrivão para lavrar procedimentos.


E há uma sobrecarga imensa de serviço, porque além das 8 horas diárias de expediente, há, durante a semana plantão de sobreaviso das 18h até as 08h do dia seguinte, sem remuneração. Somado a isso há, ainda, os plantões de final de semana, cuja remuneração de Agentes, Escrivães e Delegado não atende 1/4 das horas disponibilizas para o serviço, ou seja, são 12 dias de serviço 24h direto por uma folga de sexta feira 18h até segunda 08h.


Há um concurso de Delegado de Polícia já finalizado. Porém, as nomeações ficaram para o início de 2021, por questões de ajustes fiscais e por causa da pandemia do COVID-19, não havendo certeza da reposição desse efetivo, caso realmente ocorram as nomeações. Não há previsão para concurso de Agentes e Escrivães.


Por se tratar de ano eleitoral, a situação ainda se agrava mais, principalmente pelo aumento do número de crimes eleitorais e outras modalidades criminosas, grande parte deles praticados pelas redes sociais.


Procurados pela reportagem os Delegados Ramon Queiroz e Ronaldo Leite se limitaram a confirmar essas informações obtidas com exclusividade pelo oestegoiano.com, se esquivando de comentar pessoalmente a situação.

O que achou dessa Notícia?
21 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano.