Briga em Iporá resulta em morte com violenta agressão física

16/02/2020
local-do-crime-ali16022020.jpg

Local do crime está isolado para ação da Polícia

Houve homicídio em Iporá no final da tarde deste domingo, 16, na esquina da Rua Francisco Salles com a Avenida 24 de Outubro, proximidades da Escola Dom Bosco. A vítima é Luis Fernando Pereira Nunes, de 42 anos, natural de Olimpia, São Paulo, filho de Albertina Pereira Nunes. O autor é Cleiton Souza dos Santos.


Esses dois homens se desentenderam, quando um deles usou de brutal violência física contra o outro, até causar a morte. Corpo do morto passou por serviço do Instituto Médico Legal (IML) e o autor foi preso, de imediato.


O fato chegou ao conhecimento da Polícia porque um caminhoneiro que atravessava Iporá passou no quartel da PM e avisou que naquele endereço um homem estava chutando outro na cabeça, enquanto que a vítima estava caída e indefesa.


Além da PM, também o Corpo de Bombeiros se dirigiu ao local. Luis Fernando Pereira Nunes já estava morto. O local foi isolado para a atuação da parte científica da Polícia. 


A partir de então o Grupo de Patrulhamento Tático (GPT) assumiu a busca pelo autor. De posse das características físicas saíram em busca do assassino. Na Rua José Rosa, Bairro do Sossego, encontraram elemento com as características mencionadas, o qual, a princípio, negou. Mas os militares perceberam que seus pés estavam feridos em razão dos muitos chutes. Cleiton Souza dos Santos acabou confessando o crime, justificando que Luiz Fernando tinha uma dívida para com ele de dez reais.


Então procedeu-se a prisão de Cleiton Souza dos Santos. Apurou-se que ele já tem outras passagens pela Polícia  por motivos diversos: vias de fato, dano, lesão e injúria.

O que achou dessa Notícia?
64 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano.