CAIAPÔNIA: Ações policiais combateram a exploração sexual

13/08/2017
caiaponia13082017.jpg

Após uma série de denúncias os policiais civis e militares iniciaram ações de combate a exploração sexual na cidade de Caiapônia. Foi feito o fechamento de locais utilizados como pontos de prostituição, além de realizarem a prisão de aliciadores e de proprietários dos estabelecimentos. O ponto forte da ação foi no dia 7 de agosto, segunda-feira passada.


O primeiro local fechado pelas equipes foi o Bar Altas Horas, vulgarmente conhecido como "Bar do Nego Caolho", cujo proprietário, FRANCISO PAULA DA SILVA, de 63 anos, foi preso em flagrante pelo crime de Favorecimento a prostituição (art. 228 do Código Penal). "Nego Caolho", como é conhecido, mantinha sob sua administração 13 quartos aos fundos do estabelecimento, ficando com uma parcela dos valores arrecadados nos programas realizados por um travesti e por seis mulheres encontradas no local.


Ao chegarem no referido bar, as equipes encontraram vários clientes aguardando os programas. Foram checados os antecedentes de todos eles, sendo constatado que dois deles,  tinham vasta folha criminal, ALVINO JOSÉ RODRIGUES FILHO e RAMON LOPES SOARES, que descumpriam medidas cautelares impostas pelo juízo da comarca, quanto a proibição de frequentarem bares, prostíbulos, além da obrigação de se recolherem no período noturno.


O Delegado Marlon Souza Luz, titular da Delegacia de Polícia de Caiapônia-GO, destacou que todos os locais conhecidamente utilizados para a exploração sexual serão visitados, fechados e seus proprietários presos em flagrante. Destacou que esses locais têm sido utilizados como ponto de venda e uso de drogas, além da utilização de menores de idade para a prostituição. Informou também que os exploradores obrigam as garotas de programa a realizarem  dezenas de relações sexuais por dia com o intuito de aumentarem os lucros. Revelou que as garotas de programa contraem altas dívidas com os exploradores, sendo mantidas sob constante vigilância e controle, tendo inclusive as documentações retidas. (Fonte: DP de Caiapônia-GO / Disque-Denúncia: 197)

O que achou dessa Notícia?
20 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano.