Povoado reclama de insegurança e comandante fala em dificuldades da PM

09/04/2018
planalto-verde09042018.jpg

Comunidade protesta

Em Planalto Verde, povoado do Município de Caiapônia, a comunidade está na bronca com relação a falta de segurança naquela localidade. Os moradores fazem referência a um crime recente, quando uma pessoa querida naquela comunidade foi vítima de latrocínio.


Os que moram em Planalto Verde se dirigiram às autoridades e o prefeito Caio Lima (PP) disse da necessidade de que o Estado, através da Polícia Militar do Estado de Goiás, mantenha policiamento efetivo no local. Em um ato público, com vídeo posteriormente publicado em redes sociais, moradores disseram que o que aconteceu mostra que eles estão a mercê de bandidos. Foi dito que trata-se de uma comunidade pequena, mas que é produtiva e merece estar em paz, com a presença de policiamento ostensivo. As mulheres disseram que além da providência divina, esperam agora por ações das autoridades. Quem tomou a iniciativa do ato de protesto no povoado de Planalto Verde foram as senhoras Cláudia Moreira Torres, Gislaine Dias da Cruz e Maria Raquel de Godoi Oliveira. Várias pessoas se reuniram para fazer a urgente reivindicação às autoridades estaduais. Os moradores pediram também socorro aos vereadores para que sejam intermediários de pedidos às autoridades.


Comandante fala de dificuldades


A reportagem do Oeste Goiano esteve na manhã desta segunda-feira, 9, com o comandante do 12º Batalhão de Polícia Militar, Major Ariel, responsável por diversos municípios e, inclusive, Caiapônia e Planalto Verde. Ele nos recebeu em seu gabinete no mesmo momento em que ele estava reunido com o Tenente Dayan, que comanda a Terceira Companhia, sediada em Caiapônia.


Eles estavam tomando providência com relação a segurança pública e policiamento ostensivo naquele município. Porém, segundo o comandante, pouca coisa pode ser feita, no momento, pois falta policiais, fato já bastante destacado pela PM de Goiás.


Ele explica que esse foi um fato isolado e que não houve recentemente (primeiro trimestre) nenhuma outra ocorrência em Planalto Verde. Conta que os autores do crime já foram presos. Afirma que é um fato, tal como aconteceu, tido como algo pontual e está agora fazendo um reforço, com presença de policiamento no povoado, tal como aconteceu no último final de semana. Mas não tem como manter policiamento efetivo na localidade.


Ele enfatiza a dificuldade em toda a estrutura do Estado, já que o número de policiais é insuficiente, o que ocorre em todos municípios, com grande déficit para atender a demanda por segurança pública. Ele explica que o que pode ser feito é a intensificação da ida de policiamento ao local, enquanto que os moradores devem comunicar a PM qualquer anormalidade percebida, tais como pessoas suspeitas.


“Apesar das dificuldades estamos empenhando em inibir o crime”, afirma Major Ariel. Ele diz que a PM empenha para impedir o crime e que, às vezes, não é fácil, tal como impedir algo como o ocorrido em Planalto Verde, em um ambiente fechado.


Major Ariel mostra um mapa de ocorrências policiais em todo Estado, que mostra que essa região está, relativamente a outras, em posição de mais tranquilidade. Esta região baixou todos os índices de criminalidade e está em terceiro em todo o Estado.

O que achou dessa Notícia?
11 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano.