Loja Maçônica entregou aos candidatos o que espera como ações prioritárias

01/10/2016
maconaria e eleicoes templo ipora.jpg

Ciente do seu papel na comunidade e da soma de forças que precisa fazer para ajudar a identificar problemas e encaminhar soluções, a Loja Maçônica Paz e Trabalho nº 86, que tem a frente o Venerável Mestre Claiton Giovani Colodete, contactou os candidatos a prefeito de Iporá nas eleições deste domingo, 2.


Antes, os irmãos estiveram reunidos para fazer reflexão sobre o atual momento de Iporá, quando identificou situações graves e que, por parte do próximo prefeito, precisam de ações imediatas.


A seguir, em nome dos demais, os irmãos Gildásio Bispo de Sousa e Wilney Euclides da Silva foram de encontro aos candidatos a prefeito de Iporá:


AMARILDO MARTINS
COLIGAÇÃO DEDICAÇÃO E TRANSPARENCIA


JOÃO ANTONIO FRANCISCO
PROS


JOAO BATISTA ALVES
COLIGAÇÃO RENOVACÃO COM CREDIBILIDADE


NAÇOITAN ARAUJO LEITE
COLIGAÇÃO GESTAO COM RESULTADOS


Na tarde desta sexta-feira foi feita a conversa com cada um deles. Os maçons foram bem recebidos pelos candidatos, os quais entenderam a importância da Maçonaria também se manifestar neste momento importante, listando aquilo que julga prioritário como ações para o mandato 2017/2020. A eles foi entregue um documento que leram e disseram merecer a atenção, no caso de eleito.


Os candidatos deram ciente do recebimento. A Loja Paz e Trabalho guarda em seu arquivo o documento, o qual, agora, expõe ao público:


Nós da família maçônica, irmãos, cunhadas e sobrinhos, ligados à Loja Paz e Trabalho nº 86, estamos também refletindo sobre a importância de se fazer desse momento de campanha eleitoral a ocasião para debatermos sobre os muitos problemas existentes no município de Iporá.


Reunidos internamente levantamos assuntos que merecem de Vossa Senhoria, se eleito for, uma atenção especial. Sabemos das limitações de orçamento, mas também temos conhecimento de que a gestão pode contar com parcerias no nível estadual e federal.


PROBLEMA: Desemprego e pouca produção
SOLUÇÃO: Fortalecer a economia do município a partir de apoio aos pequenos produtores e com estreitamento de relações com as associações rurais e cooperativas, com o propósito de aumentar a produtividade rural e, inclusive, com a promoção de diversidade de culturas, apoio em arações, manutenção das estradas rurais e a adoção de planos de crédito e microcréditos para a abertura de empresas ou ampliação das já existentes, a fim de se gerar empregos.


PROBLEMA: Precariedade da saúde
SOLUÇÃO: Não deixar faltar medicamentos na área de saúde pública, criar uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital Municipal e colocar para funcionar a Unidade de Pronto Atendimento (UPA).


PROBLEMA: Área ambiental
SOLUÇÃO: Melhorar a limpeza da cidade, com ações de educação popular e de fiscalização dos atos ilegais e resolver o problema do aterro sanitário que, nos últimos anos, tornou-se um verdadeiro lixão. Ainda na área ambiental é necessário iniciar um trabalho de atenção e ação de revegetação das margens e nascente no Ribeirão Santo Antônio, manancial que abastece a cidade e que, ano após ano, está com sua vazão cada vez menor, o que desperta preocupação quanto ao futuro.


PROBLEMA: Falta de diálogo com a comunidade
SOLUÇÃO: Manter uma relação de transparência e de diálogo com a comunidade, na qual o cidadão possa estar informado de tudo que diz respeito às contas públicas e criar, por meio da internet, uma certa ouvidoria digital, com respostas e solução de problemas da comunidade, onde todos pudessem discutir as questões, reclamar, elogiar e propor soluções.


PROBLEMA: Trânsito
SOLUÇÃO: Reativar a Superintendência Municipal de Trânsito (SMTU) e voltar à fiscalização e eventuais multas, a fim de se ordenar o trânsito da cidade, com a participação dos participantes do Tiro de Guerra 11-012 e, eventualmente, a criação de uma Guarda Mirim, que poderia atuar em educação de trânsito e em ocasiões de grandes eventos (Festa de Maio, Encontro de Muladeiros, etc...).


PROBLEMA: Descaso com o Lago Pôr-do-Sol
SOLUÇÃO: Revitalizar o principal espaço de lazer da cidade, com mais investimentos na área de limpeza e jardinagem e manter fiscalização que garanta aos praticantes de caminhada que veículos não invadam a pista.


PROBLEMA: Falta de acessibilidade
SOLUÇÃO: Adoção de uma política pública que faça valer a correta acessibilidade às edificações e condições para que deficientes físicos possam ter a devida trafegabilidade, conforme previsto em lei. Propomos uma obrigatoriedade para que todos moradores possam construir suas calçadas em frente suas casas, mas com algum tipo de apoio do poder público municipal. 


PROBLEMA: Falta de segurança
SOLUÇÃO: Apoiar as ações do Governo Estadual (polícias militar e civil) para garantir segurança ao cidadão iporaense e implantação do maior número possível de câmeras de filmagem a fim de inibir a criminalidade.


PROBLEMA: Falta de vagas nas creches
SOLUÇÃO: Empreender esforços para ampliar as vagas em creches, o que atualmente impede que muitas mulheres ingressem no mercado de trabalho. Isso pode ser obtido com parcerias com os governos do Estado e a União a fim de edificar novos prédios e de se garantir repasses de funcionamento destas com boa educação infantil.


PROBLEMA: Falta de programas esportivos e culturais
SOLUÇÃO: Empreender uma gestão que valorize a nova geração com a ampliação de alternativas de esportes e de atividades culturais. Criação de escolinha de iniciação esportiva gratuita e promoção de festivais musicais e concursos na área artística. Tanto no esporte, quanto na arte, estabelecer uma política pública que promova o engajamento da juventude nestas atividades e o seu consequente afastamento de condutas nocivas à formação humana.


PROBLEMA: Miserabilidade
SOLUÇÃO: Ter uma Secretaria de Promoção Social atuante, com programas sociais que, de forma justa, contemplem os menos favorecidos pela sorte e estabelecer parcerias com as entidades assistenciais da cidade (ACCI, Desafio Jovem, Lares de idosos, etc... ) de forma a transferir recursos em convênios para que estas possam cumprir o seu papel assistencial.


PROBLEMA: Poeira e lama
SOLUÇÃO: Por meio dos governos de instâncias superiores e dos representantes da cidade (deputados federais, estaduais e senadores) conseguir verbas para o asfaltamento de bairros aonde ainda não chegou o asfalto. Ainda na área de urbanismo, primar pela boa iluminação pública e arborização.


 Atenciosamente


Claiton Giovani Colodete
- Venerável Mestre da Loja Paz e Trabalho nº 86 -


Com Amarildo Martins ao entregar o documento


João Francisco e Luciano (candidatos a prefeito e vice) com irmãos Wilney e Gildásio


João Batista Alves, candidato a prefeito e que também é maçon, ao receber o documento das reivindicações prioritárias


Naçoitan e Duílio  com os maçons Wilney e Gildásio

O que achou dessa Notícia?
27 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

1 comentário

  • Oívlis Áldrin Charles Morbeck Barros de Souza 02/10/2016

    Parabéns à Loja Maçônica Paz e Trabalho pela elaboração do documento (Ações Prioritárias) e entrega aos candidatos a prefeito do município de Iporá. Com certeza a democracia sai fortalecida com este gesto.

Comente

Faça seu Login

Use sua conta do Oeste Goiano.