Jovem dupla evangélica mostra talento com lindas canções

04/07/2022
musica-gospel04072022.jpg

Hagata e Mirella são nomes de duas garotas de Iporá que podem se tornar bastante conhecidas, tendo em vista a precocidade da vocação para o canto evangélico e o talento que já demonstram nessa forma de louvar ao Senhor. Hagata, com 12 anos e Mirella com 14, estão em um início de carreira que pode ser Promissora.


A interpretação da música evangélica ESPERA é uma amostra do talento que o público já começa a apreciar. ESPERA é uma composição das cantoras evangélicas Gislaine e Mylena. A música foi gravada e já roda em várias plataformas, ao mesmo tempo em que é uma das principais canções quando se apresentam diante do público. Para gravar, elas foram acolhidas pela Gravadora Elo da Graça e pelo experiente produtor Alexandre Lemes.


Neste início de carreira a dupla Hagata e Mirella conta com apoio da familia e com a bênção de Deus para que a mensagem delas em forma de música ecoe em todos os lugares. 


As irmãs Hagata e Mirella são nascidas e criadas em Iporá e congregam atualmente  na Igreja Evangélica Assembleia de Deus da Vila Brasília, Campo de Iporá,  que é dirigida pelo Pastor Davi Júnior e Missionária Aline. O casal é um apoiador da dupla. Elas  são alunas exemplares no CPMEG Colégio Militar Ariston Gomes da Silva.  As jovens cantoras louvam a Deus desde muito pequenas, e com muita esperança e alegria   apresentam  com carinho seu novo trabalho, pedindo a população de Iporá e região  que deixe seu apoio nas plataformas digitais. Não deixe de se inscrever no  canal do Youtube Hagata e Mirella. Prepare-se para, curtir o mais novo clipe ja no canal da gravadora Elo, e em breve no canal próprio Hagata e Mirella.  Elas deixam também seu endereço de Instagram:  @hagataemirellaofc. Neste endereço digital tem diversas  novidades da dupla, inclusive várias  lives e transmissões. Se inscreva. Curte. siga apoie!

O que achou dessa Notícia?
13 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente