Pastor iporaense no MS lança o livro: Impacto da Pandemia nas Igrejas

24/06/2021


Edivânio Batista das Neves, iporaense que deixou a cidade muito tempo atrás e se tornou líder religioso no Mato Grosso do Sul, passou pela sua terra natal nestes dias. Além de rever parentes e amigos, exibe e vende livro de sua autoria. 


A reflexão do pastor iporaense é sobre “O Impacto da Pandemia nas Igrejas”. Este é o título da obra a ser lançada no mês que vem, mas que já está em temporada de pré-venda. Cada exemplar custa 30 reais. 


A reportagem falou com o autor.


OESTE GOIANO - O que o leitor pode esperar da leitura do livro? 
EDIVÂNIO DAS NEVES - O leitor terá um diagnóstico mais próximo possível da realidade das Igrejas neste tempo de pandemia. Pois este livro apresenta o impacto do isolamento social nas Igrejas, as mídias sociais usadas para celebração de cultos, as novas liturgias de cultos como por exemplo o culto em Drive Thru / Drive in foram amplamente vividos neste tempo. Outros fatos chocantes que são apresentados neste livro foram os impactos financeiros que várias Igrejas sofreram, além do luto com a perda de irmãos e pastores onde os velórios foram proibidos pois os caixões são lacrados pelo alto risco de contágio. E no último momento é trabalhado as dificuldades advindas dos templos fechados pelos decretos, pelo medo e também pela polícia. Tudo no contexto das Igrejas e dos templos espalhados no MS, e em várias partes do Brasil.


OESTE GOIANO - Na sua opinião, quais as principais lições que a pandemia tem deixado para a Igreja e população em geral? 
EDIVÂNIO DAS NEVES - Uma das principais lições desta pandemia é o que a Bíblia fala através do Salmo 144:4 que diz: “O homem é como um sopro; seus dias são como uma sombra passageira. NVI”. Isto porque todo dinheiro, todo poder, influência se mostraram insuficiente diante desta pandemia. Outra lição é que as Igrejas não estão imune aos males deste séculos. Não existe uma bolha que envolve a Igreja no sentido de defende-la das adversidades atuais. O que a sociedade vive a Igreja vive, o que a família sente reflete diretamente na Igreja.


OESTE GOIANO - Os fiéis ficaram mais próximos de Deus durante a pandemia ou o fato da limitação dos cultos presenciais acabaram afastando as pessoas da fé?
EDIVÂNIO DAS NEVES - Os fieis em geral, ainda são muito condicionados ao exercício da fé no templo. E como os templos foram fechados, muitos fiéis ficaram meio perdidos sem saberem como proceder. E este livro, fala quais foram as ações das Igrejas para evitar isto. O interessante é que o conteúdo deste livro se destaca pela realidade apresentada através dos fatos e relatos captados através de entrevistas feitas com os pastores e líderes das Igrejas. Pois nos relatos dos mesmos percebe-se que houve sim um distanciamento não apenas da Igreja mas também um esfriamento na fé da maioria dos irmãos. E isto tem causado um grande impacto nas Igrejas em várias áreas como são narrados neste livro. Outro fato interessante a destacar é que nas entrevistas captadas com os pastores, as Igrejas sofreram muitos impactos desde a morte de pastores até o fechamento de alguns Templos e estes fatos são apresentados com riqueza de detalhes no conteúdo deste livro que será o primeiro de uma série a falar sobre este tema. Por isso vale a pena adquirir um exemplar e conhecer a realidade das Igrejas atuais.


EDIVANIO BATISTA DAS NEVES é casado com Lici Quézia, pai da Hérvillyn Kaytt. É músico, é Bacharel em Direito pela Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), Bacharel em Teologia pela Faculdade Teológica Batista Ana Wollerman, Dourados-MS. Atualmente é Pastor Presidente da Igreja Batista em Jardim Monte Líbano em Dourados-MS e também é Presidente da Ordem dos Pastores Batistas do Brasil Subsecção Sul de MS. Contato: 67-99649-8931.


 

O que achou dessa Notícia?
10 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente