Iporá aguarda sair Decreto do governador. Municípios da região poderão agir em conjunto

18/02/2021
decreto-covid18022021.jpg

Depois da vídeo conferência sobre a pandemia do Covid-19 realizada ontem de manhã, 17, do Governador Ronaldo Caiado, com o Secretário de Saúde do Estado Ismael Alexandrino, representantes dos poderes Judiciário, Legislativo e Executivo, os prefeitos da região ainda aguardam o que fazer quanto a medidas para combater a pandemia, agora em sua segunda onda. 


Foi divulgado o mapa da Covid em Goiás, mostrando regiões em situação mais grave. Iporá e circunvizinhança estão em situação de calamidade, o que exige ações rápidas, mas que não foram tomadas no mesmo dia em que o governador chamou a atenção de cada município à sua responsabilidade, junto às suas comunidades.


O prefeito de Iporá, Naçoitan Leite, soltou uma nota em que afirmou que na reunião por vídeo conferência ainda não ficou estabelecido quais medidas serão tomadas e por isso está aguardando sair o Decreto Estadual para que os prefeitos região Oeste I, possam se reunir e traçar as medidas a serem adotadas nessa nova onda de casos que assolam este lado do Estado.


A reportagem falou também com outros três prefeitos da região. Altamiro José de Lima (Diorama) e Eduardo Talvani de Lima Couto (Palestina de Goiás) confirmam esta intenção de atuação a nível regional. Altamiro afirma que está havendo conversação e que hoje, quinta-feira, 18, serão tomadas providências em relação às ações de prevenções contra Covid e a proposta é sejam ações sincronizadas na região. Eduardo Talvani mostrou apreciar ações de cunho regional, mas disse que vai esperar o governador tomar providência, uma vez preferir a decisão dele. Falamos também com o prefeito de Amorinópolis, Gustavo Oliveira. Mas ele disse que ainda não foi contactado sobre o assunto a ser tratado regionalmente.


Em Iporá, o prefeito em nota chamou a atenção para a gravidade do vírus, afirmando que não é brincadeira tudo isso e que a cidade já soma 38 mortes e que se foram 38 amigos, irmãos, pais e filhos. “Já se foram 38 pessoas de nosso convívio social”, frisa ele. 


Naçoitan Leite, prefeito de Iporá, afirmou ainda na nota que um novo Decreto será feito com uma união de todos os segmentos da sociedade, mas quando publicado é preciso da colaboração de toda a população para que seja possível desacelerar o aumento de casos em Iporá e região.


O prefeito afirma que ora a Deus para que Ele possa dar discernimento e sabedoria nesse momento tão crítico. O que for decidido será divulgado a toda população e conta com o apoio de todos.

O que achou dessa Notícia?
19 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano.