Iporá entre 22 municípios goianos que vão receber vacinas da Pfizer

09/06/2021
vacinas-da-pfizer-em-ipora09062021.jpg

Mais uma remessa de vacinas contra a Covid-19 desembarca no Estado: são 79.560 imunizantes da Pfizer/BioNTech, o maior lote dessa fabricante já recebido pelo Governo de Goiás (Fotos: André Saddi)

Mais uma remessa de vacinas contra a Covid-19 desembarcou na madrugada desta terça-feira (8), em Goiânia. São 79.560 imunizantes da Pfizer/BioNTech, o maior lote dessa fabricante já recebido pelo Governo de Goiás. Todas as unidades serão utilizadas para primeira aplicação. Iporá está entre os 22 municípios escolhidos para receber vacinas deste laboratório. Além de Iporá, os imunizantes seguem por via terrestre para Goiânia, Inhumas, Goianira, Trindade, Aparecida de Goiânia, Senador Canedo, Anápolis, Ceres, Catalão, Cidade de Goiás, Itaberaí, Luziânia, Formosa, São Luís de Montes Belos, Uruaçu, Rio Verde, Jataí e Itumbiara.


Pelo Twitter, o governador Ronaldo Caiado celebrou o avanço da vacinação no Estado. “Muitas cidades estão próximas da casa dos 50 anos e baixando. Vamos diminuir ainda mais a idade”, escreveu, referindo-se aos grupos aptos a vacinar, conforme faixa etária.


A distribuição das doses da Pfizer foi ampliada para mais 16 municípios, totalizando 22 contemplados, neste momento, com as vacinas da fabricante. O envio da nova remessa, que tem início ainda nesta terça-feira (8/6), seguirá uma nova logística. Para Campos Belos e Posse, no Nordeste goiano, e para Porangatu, no Norte de Goiás, a remessa irá por via aérea, devido à distância dos locais da Central Estadual de Rede de Frio, que fica na capital.


“A cada remessa que desembarca no Estado, nosso trabalho é para que a vacinação avance pelos municípios goianos”, destaca o secretário de Estado da Saúde de Goiás, Ismael Alexandrino, ao falar sobre a logística ágil para entrega das doses. “Isso mostra o trabalho da gestão e o engajamento das pessoas em relação à campanha”, reforça.


As vacinas da Pfizer geralmente são destinadas a capitais ou municípios próximos por possuírem especificidades em seu armazenamento. As baixas temperaturas exigidas para garantir a eficácia das doses exigem atenção especial na distribuição. Por isso, o Estado montou uma nova logística de entrega e ampliou os municípios contemplados junto ao Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Estado de Goiás (Cosems-GO). 


Com informações da Secretaria de Comunicação - Governo de Goiás

O que achou dessa Notícia?
13 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente