Mapeada a Covid em Goiás vê-se Iporá em situação de calamidade

17/02/2021
regioes-de-goias-e-covid17022021.jpg

A região de Iporá é uma das seis consideradas em situação de calamidade em Goiás quanto a Covid-19. O estado foi dividido em regiões em três níveis: situação de alerta, situação crítica e situação de calamidade. A Oeste I está no pior nível. Calamidade significa que os municípios que estão neste nível precisam ser submetidos às medidas mais radicais pelos gestores locais, de acordo com Nota Técnica emitida pelo Estado. Resta saber o que fará administrações de Iporá e de outras cidades desta região. 


Além da Oeste I, outras regiões em Goiás no nível de calamidade são: Estrada de Ferro, São Patrício I, Rio Vermelho e Nordeste II.


A Nota Técnica da Secretaria de Estado da Saúde com recomendações sanitárias aos gestores municipais foi emitida nesta terça-feira, 16. O documento dividiu o Estado em 18 regiões e estabeleceu estes três estágios: situação de alerta, situação crítica e situação de calamidade. A intenção é que estes níveis orientem gestores dos municípios em relação a restrição de atividades. 


Em caso de cidades que estejam em situação de calamidade recomenda-se a interrupção de todas atividades, exceto: supermercados e congêneres, farmácias, postos de combustível e serviços de urgência e emergência em saúde. Resta saber o que os gestores municipais farão quanto ao assunto. 

O que achou dessa Notícia?
27 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano.