Médicos de programa federal ainda não se apresentaram em cidades da região

22/12/2018
caiaponia-doverlandia21122018.jpg

São 26 cidades goianas onde médicos de programa federal ainda não se apresentaram para o trabalho, fato que preocupa municípios. Na região do Oeste Goiano são Caiapônia e Doverlândia que ficam sem assistência com ida de médicos cubanos e a não substituição por outros profissionais. 


Até o final do ano é prazo para estes se apresentarem. Até agora foram 147 médicos que se apresentaram para trabalhar em municípios goianos, dentro do Programa Mais Médicos. Ao todo, eram ofertadas 202 vagas e, em 26 cidades do Estado, apesar de interessados se cadastrarem nas vagas, iniciamente, não houve confirmação para início das atividades.


A informação é de reportagem do jornal O Popular, dando conta também de que os secretários municipais de saúde esperam por esse preenchimento de vagas, se não haverá prejuízo no atendimento a população em unidades de saúde pública.


Havia, de fato, essa previsão de que haveria desistências. Cidades mais distantes de capitais são as mais afetadas, já que médicos preferem grandes centros ou cidades próximas a estes. Caiapônia e Doverlândia são distantes de Goiânia. Talvez por isso possa ficar sem os profissionais do Programa Mais Médicos.

O que achou dessa Notícia?
0 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano.