Prefeitura destaca mais ações realizadas pela Secretaria Municipal de Saúde no município de Iporá

15/07/2017
numeros-na-saude-em-ipora14072017.jpg

Secretaria Municipal de Saúde através do Controle de Vetores realizou entre os dias 03 a 07 de julho o 3º Levantamento Rápido de Índice para Aedes Aegypti – “LIRAa” em Iporá

A Secretaria Municipal de Saúde através do Núcleo de Controle de Vetores, realizou em Iporá entre os dias 03 e 07 de julho o 3º Levantamento Rápido de Índices Aedes Aegypti - LIRAa.


O LIRAa é uma ferramenta do Ministério da Saúde que nos direciona nos Levantamentos Entomológicos e seus Indicadores. Dentro de uma semana temos o resultado da pesquisa e já podemos direcionar nossas ações para as localidades apontadas como críticas. Em relação ao controle do Aedes Aegypti, o LIRAa divide a cidade de Iporá em 09 Extratos, ou seja, em nove bairros onde iremos realizar o Levantamento por Amostragem. E através do LIRAa que temos o Índice de Infestação Predial - IP, ou seja, o número de imóveis positivos para Aedes. Assim como o Índice de Breteau - IB, que nos mostra os tipos de depósitos predominantes com Aedes Aegypti.


A quantidade de Levantamento indicada a se fazer e de 06 LIRAa por ano em Iporá. Sendo que o Ministério da Saúde exige que se realize em cada município da federação no mínimo 02 LIRAa por ano.


O Ministério da Saúde orienta que o Índice aceitável para o controle de infestação por Aedes Aegypti e de uma possível epidemia e de no máximo de 1.0% de Infestação Predial - IP. Neste 3º LIRAa realizado entre os dias 03 a 07 de julho, tivemos em Iporá um Índice de Infestação Predial - IP de 0,1%.


E o Índice de Breteau - IB de 0,1%. Em Iporá os depósitos onde temos encontrado com maior frequência larvas do Aedes Aegypti são: pequenos depósitos moveis, aqueles de fácil remoção e eliminação como; lixos, plásticos, latas, garrafas, entulhos e sucatas.


Outros depósitos recorrentes neste período seco são; os ralinhos e vasos de banheiros, fossas e caixinhas de gordura mau tampadas, bebedouros de animais domésticos., vasos de plantas entre outros. Mesmo em período seco os cuidados devem continuar!


O que achou dessa Notícia?
1 voto
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano.