Saúde explica aos que reclamam de não conseguir fazer o teste rápido de Covid

20/01/2022

Iporaenses usuários da saúde pública reclamaram para a reportagem do Oeste Goiano sobre a negativa a eles quanto a testes rápidos de Covid. São pessoas que quiseram fazer o teste rápido, mas não conseguiram um agendamento para essa finalidade no Laboratório do Hospital Municipal. 


A explicação da saúde pública em Iporá é de que os testes rápidos são possíveis somente para pessoas que passaram por atendimento na saúde pública, e quando o médico entendeu que este procedimento seria importante para a clareza do diagnóstico. 


A explicação é ainda de que os testes de PCR estão sendo enviados para o LACEN (Laboratório ligado ao Sistema Nacional de Laboratórios de Saúde Pública).  Os que são feitos em Iporá são os testes rápidos de até cinco dias de sintomas. 


Sobre testes de Covid em Iporá, a reportagem falou com o Dr. Danilo Rocha Borges, profissional de nível superior na área de exames e que é Coordenador do Laboratório do Hospital Municipal de Iporá. Ele explica que os testes para diagnosticar Covid evoluíram muito durante esse tempo de luta contra a pandemia. Afirma que não se faz mais o teste sorológico, uma vez que como a vacinação avançou a nível de grande maioria, esse tipo de exame perdeu o sentido. 


O que se faz agora é o teste de antígeno, feito através de swab nasal, o qual teve uma qualidade que evoluiu muito. Mesmo sendo teste rápido, é muito fiel e confiável, afirma Dr. Danilo Rocha Borges. Atinge cerca de 99% de especificidade, ou seja, de diagnóstico da Covid. E quanto a sensibilidade, a capacidade de detectar a doença, gira em torno de 96 a 98%. 


O Coordenador do laboratório afirma que o Estado envia os testes e que a Prefeitura de Iporá faz também compra de testes rápidos de boa qualidade. Na sua opinião, a saúde pública local está bem municiada para atender a população dentro desse novo surto de Covid. 


Ele ressalta que o problema é que o vírus não respeita a imunidade da vacina. Mas o agravamento dos casos é bem menor graças a vacina. Quem está vacinado está pegando o vírus. Então, o índice de positividade está muito alto. Para ele, embora a equipe da saúde esteja cansada, está sendo possível atender os pedidos de exame que chegam ao laboratório.

O que achou dessa Notícia?
4 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente