UPA de Iporá poderá fechar. Deputada Flávia Morais irá a Ministro para pedir repasse financeiro

28/11/2018
fechamento-de-unidade-de-pronto-atendimento28112018.jpg

O prefeito municipal Naçoitan Leite, juntamente com a Secretária de Saúde Daniela Sallum concedeu entrevista à imprensa local, quando esclareceu sobre a situação da Unidade de Pro Atendimento - UPA 24 H - que foi recentemente inaugurada e já corre o risco de fechar.


A UPA é uma Unidade de Saúde que funciona com repasse de verbas do Governo Federal, Estadual e Municipal, e atende toda a Região Oeste Goiano. No entanto, não está recebendo os recursos. Em 27 de novembro, era data de transferir recurso, mas nada caiu na conta da Prefeitura. O Governo Estadual também nada repassou. E os municípios da região, cujas populações também usam a saúde pública de Iporá, também não contribuem, exceto a Prefeitura de Israelândia.


No dia de ontem, 27, o vereador Eurides Laurindo (PDT), informou a reportagem do este Goiano que a deputada federal Flávia Morais entrou nessa luta para impedir o fechamento da UPA de Iporá e já marcou para a próxima terça-feira, dia 5, uma audiência com o ministro da saúde, Gilberto Occhi. Segundo Eurides, irá convidar o prefeito de Iporá, Naçoitan Leite, e a secretária de saúde, Daniela Sallum, para que acompanhem esta audiência em Brasília. O objetivo é obter o comprometimento do Ministério da Saúde para que a cidade de Iporá tenha transferência mensal de recurso para manter em funcionamento da sua Unidade de Pronto Atendimento.


Em Iporá, a Prefeitura enfrenta situação financeira difícil. O funcionamento da UPA nestes últimos três meses demandou muitos recursos públicos. Segundo o prefeito, nesse curto período, já foram mais de 20.000 atendimentos e mais de 50% dos atendimentos foram para pacientes de municípios vizinhos e pago com recursos de Iporá. A Prefeitura local não consegue mais manter este funcionamento somente com suas receitas, (pagando tudo), se o repasse do Governo Federal, Governo Estadual e de todos os Municípios que utilizam destes atendimentos não chegarem, ao Prefeitura de Iporá não conseguirá manter o funcionamento da mesma.


O Prefeito Naçoitan Leite e a Secretária de Saúde Dra. Daniella Sallum está em uma força tarefa e conclama a todos da comunidade a fazerem o mesmo para sensibilizar os prefeitos de nossa região, os Governos Estadual e Federal para viabilizar esses repasses em caráter de urgência, se não for atendido ainda esse ano não restará outra alternativa a não ser fechar a tão sonhada UPA 24 H já no mês de janeiro de 2019.



Ofício do vereador pedindo empenho da deputada federal Flávia Morais

O que achou dessa Notícia?
11 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano.