Cinco cidades da região estão aniversariando hoje

14/11/2017
cidades-aniversariantes14112017.jpg

Amorinópolis, Israelândia, Moiporá, Jussara e Itapirapuã são cidades da região do Oeste Goiano que estão aniversariando hoje, 14 de novembro.


Todas elas estão completando 59 anos. Foram todas estas emancipadas em 14 de novembro de 1958. Naquele ano, Israel Amorim era deputado e atuou em prol da emancipação de Amorinópolis e Israelândia, cidades que em seus nomes leva o nome do fundador e pioneiro da região, primeiro prefeito eleito de Iporá. Ele foi prefeito também em Israelândia.


Em tempo de crises em prefeituras e quando se aproxima final de ano para fechamento de contas, as administrações municipais optaram por não fazer grandes badalações festivas na data.


Um pouco sobre Amorinópolis


A emancipação de Amorinópolis, cidade administrada por Sílvio Isac, remonta a década de 50. Israel de Amorim, então prefeito de Iporá, resolveu fazer um campo de pouso em 1949 para facilitar o escoamento da produção de cereais da região e viabilizar o transporte de pessoas para a capital do estado. Devido ao posterior desenvolvimento, foi criado em 1953 o distrito de Campo Limpo. Após novo impulso progressista, tornou-se município em 1958, sendo instalado no ano seguinte com o nome de Amorinópolis. O nome foi dado em homenagem a Israel de Amorim, que também batalhou pela emancipação da localidade. Distrito criado com a denominação de Campo Limpo (ex-povoado), pela Lei Municipal n.º 53, de 19-09-1953, subordinado ao município de Iporá. Em divisão territorial datada de 1-VII-1955, o distrito de Campo Limpo figura no município de Iporá. Elevado à categoria de município com a denominação de Amorinópolis, pela Lei Estadual n.º 2.093, de 14-11-1958, desmembrado de Iporá. Sede no atual distrito de Amorinópolis. Constituído do distrito sede. Instalado em 01- 01-1959. Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do distrito sede. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2017. (Com informações do IBGE)



Um pouco sobre Israelândia


A cidade que hoje é administrada pela prefeita Miriã Dantas (PSDB) teve origem com descoberta de jazidas de ouro e diamante no Rio Claro, em 1942, pelo garimpeiro Fernando Martins Marques que ali estabeleceu-se com sua família. A notícia da existência desses garimpos atraiu garimpeiros e aventureiros de várias regiões, que deram início à formação do povoado, construindo rústicas casas e dedicando­-se, além da mineração à agropecuária. Progredindo gradativamente, o povoado Monchão do Vaz, derivado do veio de diamante e seus explorador, foi elevado à condição de distrito, pela Lei Municipal nº 54, de 19 de setembro de 1953, com o nome de Monchão do Vaz, integrando o Município de Iporá. Atingindo franco desenvolvimento, obteve o distrito sua emancipação, pela Lei Estadual nº 2.114, de 14 de novembro de 1958, instalando oficialmente em 1º de janeiro de 1959, com o novo topônimo de Israelândia, em homenagem ao grande batalhador pela sua autonomia: Israel de Amorim. Distrito criado com a denominação de Monchão do Vaz, pela lei municipal nº 54, de 19/09/1953, subordinado ao município de Iporá. Em divisão territorial datada de 01/07/1955, o distrito de Monchão do Vaz, figura no município de Iporá. Elevado à categoria de município com a denominação de Israelândia, pela lei estadual nº 2.114, de 14/11/1958, desmembrado de Iporá. Sede no atual distrito de Israelândia, ex-povoado de Monchão do Vaz. Constituído do distrito sede. Instalado em 01/­01/1959. Em divisão territorial datada de 01/07/1960, o município de Israelândia é constituído do distrito sede. Pela lei municipal nº 27, de 05/12/1963, é criado o distrito de Piloândia e anexado ao município de Israelândia. Tendo sido instalado em 03/01/1964. Pela lei municipal nº 28, de 05/12/1963, é criado o distrito de Messianópolis e anexado ao município de Israelândia. Tendo sido instalado em 04/01/1964. Em divisão territorial datada de 31/12/1963, o município é constituído de 3 distritos: Israelândia, Messianópolis e Piloândia. Tendo sido inicialmente termo da Comarca de Iporá, a partir de 14/01/1970 tornou-se sede de Comarca. Pela lei estadual nº 8.852, de 10/06/1980, o distrito de Messianópolis deixa de pertencer ao município de Israelândia para ser anexado ao de Moiporá. Em divisão territorial datada de 01/01/1979, o município é constituído de 2 distritos: Israelândia e Piloândia. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007. Monchão do Vaz para Israelândia alterado, pela lei estadual nº 2.114, de 14/11/1958, lei esta de criação do município. (Com informações do IBGE)

O que achou dessa Notícia?
6 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano.