Policial Civil da região é mais uma vítima da pandemia

16/09/2020
adolfo-de-freitas-morreu16092020.jpg

Adolfo: Vítima da pandemia que deixa

Adolfo de Freitas, de 56 anos, morreu no início desta noite de quarta-feira, 16, vítima de Covid-19. É mais uma vítima da pandemia. Desde alguns dias, estava internado em Goiânia.


Adolfo de Freitas foi muito conhecido na região como policial civil (escrivão) e como músico, de atuação em bandas como vocalista.


Adolfo foi policial civil de atuação por vários anos, em cidades como Piranhas, Iporá, Caiapônia e, mais recentemente, em São Luís de Montes Belos.


Era também pastor da Igreja Assembleia de Deus. Sua morte é mais uma demonstração do poder avassalador da pandemia causada pelo novo Coronavírus.

O que achou dessa Notícia?
12 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

1 comentário

  • Marcus Aurélio Fernando Moreira 17/09/2020

    Tive a oportunidade de conhecer o Adolfo na Banda Magia da Cor. Cantor afinado, carismático, inteligente e visionário. Posteriormente tive a oportunidade de laborar com ele no 2 DP de Iporá. Ali fui ter certeza de que se tratava de um ser humano ímpar, sensato e acolhedor. Recebemos com muita tristeza a notícia de que ele foi chamado deste plano para um outro que, acreditamos, seja infinitamente melhor do que este. E é justamente por acreditar nisso que encontramos consolo em não ter conosco esse grande amigo que era capaz de desarmar o ambiente muitas vezes nebuloso de uma Delegacia de Polícia com aquela risada magnífica. Que Deus o acolha, amigo. Meus sentimentos à família enlutada.

Comente

Faça seu Login

Use sua conta do Oeste Goiano.