Um almoço com bate papo que relembrou tempos iniciais do IF Goiano

08/06/2018
almoco-para-relembrar-o-passado08062018.jpg

Instante de almoço de recepção para Luiz Antônio Menezes

Luiz Antônio Menezes, o primeiro diretor geral do IF Goiano, foi recebido com muito carinho na cidade de Iporá nesta quarta-feira, dia 6 de junho, data em que retornou a cidade para a inauguração do auditório e de outras obras. A atuação dele foi muito marcante em Iporá, em ocasião em que esta escola federal ainda se estruturava.


Os amigos do professor Luiz Antônio Menezes organizaram um almoço em sua recepção, realizado na área de lazer do pavimento superior do Oeste Goiano (residências das famílias de Valdeci Marques e Elias Marques). Ao vir a Iporá o professor quis rever os amigos e, neste almoço, contactou com Vilton Pereira e Dayse, Valdeci Lima e Adão Dias. Estiveram no almoço Marcelo Medeiros Santana (diretor financeiro do IF e presente desde tempos iniciais) e José Júnio de Souza (atual diretor).


A conversa foi sobre um passado em que possibilitou ao Campus de Iporá do IF Goiano ser o que hoje é: unidade consolidada em ensino superior e médio e com um trabalho em extensão que faz de Iporá uma referência. Os que são desta escola federal dizem que a área de pesquisas do Campus de Iporá é exemplo que vem sendo observado e copiado por outras localidades. É de grande conceito, por exemplo, as experiências de integração lavoura-pecuária-floresta.


Agora, aposentado, morando em Santos, mas falando em retornar para Goiás, estado onde tem bens, o professor Luiz Antônio Menezes está desfrutando de boa saúde e se tornou palestrante em eventos da área agropecuária. Ele é doutor na área de solos.


Luiz Antônio Menezes, durante o almoço, falou de seu carinho por Iporá e pelos iporaenses e lamentou que sua visita tenha sido tão rápida, que não foi possível ver a todos. Ele relembrou a luta de tempos iniciais, recordando o empenho de empresários de Iporá para que a escola federal funcionasse: Mauro Lúcio Bomtempo e demais da CDL. Lembrou do esforço de pessoas que já não estão no meio nós: ex-prefeito José Antônio e o médico Humberto Leão Veloso. Quando se conquistou a escola federal o prefeito era Mac Mahoen Távora Diniz.


Luiz Antônio Menezes recordou das comunidades rurais, das visitas e do empenho que já existia na escola em mudar a mentalidade do setor produtivo. Lembrou do Dorivaldo Rocha, o Doro, e sua luta e criatividade em sua pequena propriedade. Foi citando nomes de pessoas e, com isso, o almoço foi de um saudosismo recente. O IF Goiano começou a funcionar em 2.008, ainda em uma quadro de incertezas: poucos alunos e insegurança quanto a vinda de novos cursos. Mas tudo isso foi possível.


À noite, na sua fala na inauguração, o professor Luiz Antônio Menezes, elogiou o atual diretor, José Júnio de Souza, a quem ele chamou de um gestor competente que soube fazer a criancinha que era o Campus se tornar a potência que hoje é, a ponto de ser visitado e de ações que são exemplos para outras unidades.


Luiz Antônio Menezes planeja uma outra visita, com mais tempo, para rever todos os amigos.

O que achou dessa Notícia?
12 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano.