DOVERLÂNDIA: Promotora inaugura mapeamento de rotas do transporte escolar

18/06/2013

O Projeto Bem Educar do Centro de Apoio Operacional da Educação do Ministério Público deu início, nesta última semana, ao mapeamento georreferenciado de todas as linhas do transporte escolar da zona rural de Doverlândia, visando à melhoria do sistema, em parceria com a comunidade local.


A primeira rota mapeada foi a “Constantino”, com percurso de cerca de 170 quilômetros, acompanhada pessoalmente pela promotora de Justiça Teresinha de Jesus Paula Sousa; técnicos da Coordenação de Apoio à Atuação Extrajudicial (Caej); o gerente do transporte escolar municipal, Alziro Zaru Pires da Silva; além da equipe da Promotoria de Justiça de Caiapônia engajada no projeto – o oficial de promotoria Sebastião Cairo Barros, a secretária Emília Rejane Fagundes Borges e o estagiário Leonardo Couto Vilela.


Durante o percurso de entrega dos alunos, que foi finalizado depois da meia-noite até o retorno à Caiapônia, a equipe marcou, sob a coordenação da engenheira agrônoma Adriane Chagas, em GPS, todos os pontos de estrangulamento da rota percorrida diariamente pelo motorista Osmar Rosa, responsável pela ida e vinda de 14 alunos da zona rural às unidades de ensino em que estudam.


Dentro do ônibus, a psicóloga Maria José Soares e a assistente social Cristiane Bastos colheram informações importantes para o estudo, tais como a idade do aluno, horário de saída e chegada, distância entre o ponto de entrega e a residência, alimentação, dificuldades, reclamações e sugestões. Os pontos críticos das estradas, tais como cancelas, mata-burros quebrados, desníveis e buracos nas estradas vicinais, bem como as condições dos veículos do transporte escolar foram registrados fotograficamente e vão integrar o estudo.


Elas procuraram saber também se os pais desses estudantes são os proprietários dos imóveis onde moram, se são trabalhadores, se buscam seus filhos nos pontos de entrega e outros dados constantes das planilhas (clique aqui 1 e 2) especialmente elaboradas pela equipe para esse mapeamento global.


Essa primeira experiência serviu também de piloto para o oficial de promotoria que será o coordenador do levantamento em todas as outras 15 rotas a serem percorridas, o que incluiu sua capacitação para o manuseio do equipamento GPS recebido pela Promotoria de Justiça de Caiapônia.


Uma reunião de trabalho na última sexta-feira (14/6) definiu as 15 equipes que irão mapear as rotas. Todas elas terão como membros fixos o oficial de promotoria, na coordenação; Wander Neves Goulart, nos registros fotográficos, e o secretário para Assuntos Políticos da prefeitura, Leandro Wagner Claro. As equipes foram complementadas por conselheiros tutelares, coordenadores pedagógicos de escolas municipais, professores, secretários municipais, pastor, comunicadores, entre outros profissionais, que farão as entrevistas com os estudantes. (clique aqui para conhecer as equipes).


Os próximos mapeamentos serão feitos nos dias 18, 24 e 27 de junho, respectivamente nas rotas Macaúba, Matrinchã e PA Três Marias (assentamento). Já as rotas PA Primavera, PA Lebre, PA Ases do Araguaia, Paraíso, PA Flamboyant, Pacífico, Água Bonita, Córrego da Pedra, Cachoeira Rio do Peixe, PA Recanto Sonhado e PA Três Marias – Moisés Lopes e Três Companheiros serão agendadas posteriormente.


A proposta é verificar a necessidade de reorganização das rotas para que as crianças fiquem o menor tempo possível dentro do transporte escolar, bem como a melhoria das condições dos veículos e das estradas.


Conforme explicam as técnicas da Caej, que prestam apoio ao Projeto Bem Educar, levado ao município pela promotora local, os próximos passos incluem a abertura de diálogo direto com pais, alunos e educadores; reunião com os prestadores do serviço e secretariado municipal vinculado à área. Por fim, será realizada uma roda de conversação com representantes destes segmentos, bem como de proprietários rurais, órgãos fiscalizadores como o Detran, Polícia Militar e executores como a Agetop, Dnit e Incra para a busca de soluções para os problemas detectados. (Texto e fotos: Cristiani Honório / Assessoria de Comunicação Social do MP-GO)

O que achou dessa Notícia?
0 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano.