Goiás assina protocolo de intenções para incentivar exportações

15/12/2019

O Governo de Goiás assinou na manhã desta sexta-feira, dia 13, Protocolo de Intenções com diversas entidades e instituições para o Programa Exportação Estruturada (PEE). O programa será executado pela Secretaria de Desenvolvimento e Inovação (Sedi), com apoio da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), com o objetivo de estruturar oportunidades de negócios possibilitando a inserção competitiva dos produtos goianos no mercado internacional, com maior valor agregado, para acelerar o desenvolvimento econômico e social dos municípios goianos.


O secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Carlos de Souza Lima Neto, representou o governador Ronaldo Caiado na solenidade. A cerimônia foi realizada na sede da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), uma das instituições parceiras na execução do projeto.


O secretário ressaltou a importância do programa para fortalecer a economia goiana e os empreendedores, sobretudo no campo. "É uma ação do Governo de Goiás, por meio da Sedi e da Seapa, com parceiros estratégicos, como a Faeg, que vão potencializar as exportações goianas, movimentando ainda mais a economia, com geração de novos empregos e renda", destacou.


O programa está estruturado em três eixos estratégicos. O primeiro eixo é o “AgroExport”, que atuará com o redirecionamento da produção do empreendedor para cultura de maior valor agregado destinada à exportação. Também haverá o eixo “E-comex”, voltado ao E-commerce para micro e pequenos empreendedores do setor de indústria, comércio e agronegócio com foco no mercado internacional. Por fim, o eixo “À Moda de Goiás”, com foco na exportação dos produtos do Goiás na Moda ou outros produtos goianos que tenham a identidade regional do Estado de Goiás e potencial de exportação.


Com o programa, espera-se aumentar a renda de empreendedores rurais, criando uma cultura de produção com maior qualidade e maior valor agregado; expandir o número de empreendedores usando e-commerce em negócios internacionais; e ampliar mercados para produtos e serviços desenvolvidos em Goiás, por meio das exportações.


O programa também visa qualificar o empreendedor para usar aplicativos em gestão financeira, comercial e acompanhamento da logística de exportação; difundir a cultura exportadora e orientar os empreendedores dos municípios que desejam exportar; otimizar a articulação institucional para melhorar o ambiente de negócios dos empreendedores; e acelerar a geração de emprego através do crescimento sustentado das empresas pelas exportações.


Especificamente no eixo AgroExport, o programa deverá identificar empreendedores rurais prioritariamente nas microrregiões de baixo desenvolvimento e selecionar culturas de alto valor para reconverter a produção agrícola. Feito isso, irá agrupar os empreendedores rurais em cooperativas ou associações e preparar o processo produtivo e produtos para exportação. Por fim, atuará na liquidação da operação de exportação e reinvestimento. A expectativa é de que o programa tenha duração de dois anos e resulte em, pelo menos, 500 novas empresas exportadoras, com a geração de 2 mil novos empregos, em todos os eixos.


Além do Governo de Goiás, por meio da Sedi e Seapa, participam do programa a Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater), Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), Sistema Faeg Senar, Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Goiás (Sebrae Goiás), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), Banco do Brasil, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex Brasil), Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Goiás (FCDL Goiás), Associação de Jovens Empreendedores e Empresários de Goiânia (AJE Goiânia), Associação Comercial, Industrial e de Serviços do Estado de Goiás (Acieg), Federação do Comércio do Estado de Goiás (Fecomércio), Rede Itego, Conselho de Desenvolvimento Econômico Sustentável e Estratégico de Goiânia (Codese) e Mega Moda Park.



Comunicação Setorial da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa)

O que achou dessa Notícia?
0 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano.