MONTES CLAROS: MP deflagra ação que apura extração ilegal de cascalho

04/06/2013

Secretário de Obras de Montes Claros de Goiás, Humberto Rodrigues de Brito Filho, e dois funcionários da prefeitura foram conduzidos no dia 28 de maio à Delegacia de Polícia local para prestar depoimento sobre a ocorrência de crime ambiental às margens da rodovia GO-388, saída para Jaupací, na zona rural. A ação da Promotoria de Justiça de Montes Claros flagrou os funcionários da prefeitura Jaime da Silva e Israel da Silva Pereira no local, retirando cascalho e terra sem a devida licença ambiental.


Os funcionários, que conduziam um caminhão e uma pá carregadeira, afirmaram que estavam fazendo a extração pela primeira vez no local, a pedido do secretário. Humberto Filho confirmou o pedido e alegou que os materiais extraídos seriam usados para a construção da calçada de uma escola. O promotor Lucas Arantes Braga, contudo, destacou que, pela profundidade das escavações, era possível perceber que o local já vinha sendo explorado há algum tempo.


Acionada a Polícia Militar, todos foram encaminhados à delegacia, onde foi lavrado o termo circunstanciado de ocorrência (TCO) nº 12/2013, para apurar a prática da extração de recursos minerais sem a competente autorização, crime previsto no artigo 55 da Lei 9.605/93 (Lei de Crimes Ambientais). O caminhão e a pá carregadeira foram apreendidos pela Polícia Civil. (Texto: Cristina Rosa / Assessoria de Comunicação Social do MP-GO - fotos: Jarbas Moraes de Oliveira, oficial da Promotoria de Montes Claros)

O que achou dessa Notícia?
0 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano.