Opinião

A classe contábil, sua função e importância para a sociedade

Arnon Geraldo Ferreira
06/05/2019


Desde os primórdios da sociedade é notada a presença da necessidade de se contabilizar ou mensurar resultados de ordem econômica e financeira e daí a presença do tesoureiro / contabilista e podemos notar ate mesmo no momento mais importante da humanidade através da vida de Jesus na terra e junto estava o tesoureiro – contabilista e sendo um dos seus Apóstolos.

 

Nos dias atuais a Classe Contábil é composta por Técnicos em Contabilidade (Quem concluiu apenas o 2º grau – Técnico em Contabilidade ) e Contadores (Com formação em Faculdades de Ciências Contábeis) e os inúmeros auxiliares contábeis, nos escritórios de contabilidade e nas empresas em geral.
Pelo registro dos Conselhos Regionais de Contabilidade, temos registrados os seguintes quantitativos profissionais: Brasil 518.015 = Goiás – 13.051 – Oeste Goiano – 465 e em Iporá – Go, - 58.

 

Função Social: A classe contábil como um todo, propicia a geração de empregos qualificados, bem como a geração de renda, exercendo assim seu papel social.

 

Função Profissional: O Contabilista (Técnico / Contador) exerce a função organizacional de um empreendimento, seja ele industrial, comercial, prestacional, institucional e até mesmo o de gestão pública. Desde o seu início, até nos casos de não sucesso o seu encerramento. E em todo o tempo esse profissional e seus auxiliares são fundamentais no exercício cotidiano dos empreendimentos.

 

Expectativas atuais da profissão: Atualmente, a profissão contábil, passa por um processo de alterações, que vêem sendo implantadas ao longo do tempo pelos governos municipais, estaduais e federais, porém o grande impacto que atinge a classe está na esfera federal com a implantação de sistemas de controle das pessoas físicas (IRPF) e pessoas jurídicas (e-social) e sistema financeiro.

 

Expectativas futuras da profissão: Com as transformações e mudanças que vêem ocorrendo, cada vez mais podemos perceber que o Contabilista terá que adequar ao mundo da Tecnologia e da Era Virtual, pois os programas contábeis e de gestão têm sido voltados para a alta tecnologia, associados à virtualidade.

 

Podemos notar inicialmente tais mudanças nos atendimentos que ao passar dos anos, deixaram de ser presencial e passaram a ser virtuais, seja via telefone ou internet. O primeiro está cada vez mais se tornando extinto dando lugar ao segundo, promovendo maior eficácia e resultados mais satisfatórios, bem como a minimização dos custos.

 

Nas próximas décadas com certeza iremos observar, devido a alta tecnologia empregada nas empresas e instituições com ou sem fins lucrativos, que não mais existirá a figura do contabilista que somente confeccionava guias e relatórios, mas sim a do profissional que analisará, orientará e auxiliará nas decisões a serem tomadas.

 

Profissionais Contábeis busquemos o conhecimento através do aprendizado contínuo e diário.

Na foto, ao lado de Arnon Geraldo, aparece o presidente do Conselho Regional de Contabilidade de Goiás, Rangel Francisco Pinto.

Arnon Geraldo Ferreira

Arnon Geraldo Ferreira é Presidente da Associação dos Heveicultores de Iporá e Região, Vice presidente da Associação da Classe Contábil de Goiás, Produtor Rural – Heveicultor (Seringueira), Empresário e consultor em Agronegócio, Graduado em Ciências Contábeis, Pós-graduado em Biodiversidade e Sustentabilidade Ambiental. É Palestrante na área de ITR – Administração - Contabilidade do 3º setor (Igrejas, Associações e Sindicatos) e Ações ambientais.

Mais Opiniões
O que achou desse Artigo?
7 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano.

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano ou Facebook para comentar.

    Botão do Facebook
    Faça aqui o seu cadastro!